FATORES ASSOCIADOS À INCONTINÊNCIA URINÁRIA ENTRE IDOSOS DA ZONA RURAL

Camila Romanato Ribeiro, Darlene Mara dos Santos Tavares, Pollyana Cristina dos Santos Ferreira, Flavia Aparecida Dias, Lúcia Aparecida Ferreira

Resumo


Os objetivos foram descrever características socioeconômicas dos idosos residentes na zona rural de um município do interior de MG e verificar fatores associados à IU nesses idosos. Participaram 96 idosos com IU e 754 sem IU. Utilizou-se como instrumentos: Questionário Brasileiro de Avaliação Funcional Multidimensional e a Escala de Depressão Geriátrica Abreviada. Dentre os idosos com IU verificou-se maior percentual do sexo feminino e, entre aqueles sem IU, houve predomínio do sexo masculino. Em ambos os grupos, o maior percentual de idosos apresentavam 60-70 anos, eram casados ou moravam com companheiro, com 4├ 8 anos de estudo, renda individual mensal de 1 salário mínimo e que residiam apenas com o cônjuge. Como preditores para IU, a obesidade (β= 3,06; p<0,001) e a depressão (β= 2,31; p<0,001). A equipe de enfermagem deve orientar sobre os malefícios da obesidade incentivando hábitos saudáveis e encaminhar aqueles com indicativo de depressão para tratamento. Aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, protocolo n° 1477.


Texto completo:

PDF PDF ENGLISH

Referências


-ABRAMS, P.; CARDOSO, L.; FALL, M.; GRIFFITHS, D.; ROSIER. P.; Ulmsten U, et al. The standardisation of terminology of lower urinary tract function: report from standardisation sub-committee of International Continence Society. Neurourology and Urodynamics. 2002; 21: 167-78.

-BURTI, J.S.; SANTOS, A.M.B.; PEREIRA, R.M.R.; ZAMBON, J.P.; MARQUES, A.P. Prevalence and clinical characteristics of urinary incontinence in elderly individuals of a low income. Arch. Gerontol. Geriatr. 2011. doi:10.1016/j.archger.2011.04.004

-DUBEU, C.E.; KUCHEL, G.A.; JOHNSON, I. I. .; PALMER, M.H.; WAGG, A. Incontinence in the frail elderly: report from the 4th International Consultation on Incontinence. Neurourology and Urodynamics; 2010; 29:165–78.

-AGUILAR,N. S et al. The severity of urinary incontinence decreases health-related quality of life among community-dwelling elderly. J Gerontol A Biol Sci Med Sci 2012;67(11):1266-71.

-KNORST, M. R et al. Avaliação da qualidade de vida antes e depois de tratamento fisioterapêutico para incontinência urinária. Fisioter. Pesqui. [online]. 2013, vol.20, n.3, pp. 204-209. ISSN 1809-2950.

-GRIEBLING, T.L. Urinary incontinence in the elderly. Clin Geriatr Med. 2009; 25: 445–57.

-SIDIK, S.M. The prevalence of urinary incontinence among the elderly in a rural community in Selangor, Malaysian. J Med Sci. 2010; 17(2): 18-23.

-FERRETI et al. Hábitos de vida, enfermidades e quedas referidas por idosos do ambiente rural. FisiSenectus Ano 1 - Edição especial - 2013

-BERTOLUCCI, P.H.F.; BRUCKI, S. M. D.; CAMPACCI, S. R.; JULIANO, Y. O mini-exame do estado mental em uma população geral: impacto da escolaridade. Arq Neuropsiquiatr; 52:1-7. 1994

-RAMOS, L. R.. Growing old in São Paulo, Brazil. Assessment of health status and family support of the elderly of different socio-economic strata living in the community [tese]. London (England): London School of Hygiene and Tropical Medicine; 1987

-FRANK, M.H.; RODRIGUES, N.L. Depressão, ansiedade, outros distúrbios afetivos e suicídio. In: FREITAS, E.V. et al. Tratado de geriatria e gerontologia. 2.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006, p. 376-387)

-TAVARES, D.M.S.; BOLINA, A.F.; DIAS, F.A.; SANTOS, N.M.F. Qualidade de vida de idosos com incontinência urinária. Rev. Eletr. Enf. [Internet]. 2011 out/dez;13(4):695-702.

- TAMANANI, J.T.N.; LEBRÃO, M.L.; DUARTE, Y.; SANTOS, J.L.F.; LAURENTI, R. Analysis of the prevalence of the factors associated with urinary incontinence among elderly people in the Municipality of São Paulo, Brazil: SABE Study (Health, Wellbeing and Aging). Cad. Saúde Pública. 2009; 25(8):1756-62.

-HIGA, R.; LOPES, M.H.B.M.; REIS, M.J. Fatores de risco para incontinência urinária na mulher. Rev Esc Enferm USP. 2008; 42(1):187-92.

-SILVA APM, SANTOS VLCG. Prevalência da incontinência urinária em adultos e idosos hospitalizados. Rev Esc Enferm USP. 2005; 39(1):36-45.

-HONÓRIO, M.O.; SANTOS, S.M.A. Incontinência urinária e envelhecimento: impacto no cotidiano e na qualidade de vida. Ver Bras Enferm. 2009; 62(1): 51-6.

-MANZOLI, L.; VILLAR, I. P.; PIRONE, G.M.; BOCCIA, A. Marital status and mortality in the elderly:A systematic review and meta-analysis. Social Science & Medicine 64 (2007) 77–94.

-ALCANTRA, L.R. Idosos rurais: fatores que influenciam trajetórias e acessos a serviços de saúde no município de Santana da Boa vista- RS- (dissertação) 2009.

-SILVA, V.A.; SOUZA, K.L.; D’ELBOUX, M.J. Incontinência urinária e os critérios de fragilidade em idosos em atendimento ambulatorial. Rev. esc. enferm. USP, São Paulo, v. 45, n. 3, June 2011 .

- FRANK, M.H.; RODRIGUES, N.L. Depressão, ansiedade, outros distúrbios afetivos e suicídio. In: FREITAS, E.V. et al. Tratado de geriatria e gerontologia. 2.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006, p. 376-387)




DOI: https://doi.org/10.18554/reas.v7i1.1832

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/