NECESSIDADE DE CUIDADOS DE ENFERMAGEM ENTRE IDOSOS HOSPITALIZADOS

Nayara Cândida Gomes, Márcia Tasso Dal Poggetto, Fernanda Bonatto Zuffi, Darlene Mara dos Santos Tavares

Resumo


Resumo

Objetivos: descrever o perfil dos idosos internados na unidade de Clínica Médica de um hospital de ensino e identificar a necessidade de cuidados de enfermagem desses idosos. Método: Estudo descritivo realizado com 89 idosos internados na Clínica Médica de um hospital de ensino no Triângulo Mineiro. Resultados: Predominaram idosos do sexo feminino, 60|- 70 anos, baixa escolaridade e renda, aposentados (as), viúvos (as) e internados em decorrência de doenças do aparelho circulatório. Observou que o maior percentual estava restrito ao leito ou precisava de auxílio para movimentar segmentos corporais ou deambular; necessitava de banho e higiene oral realizada pela enfermagem; fazia eliminação no leito e/ou uso de sonda vesical e utilizava de terapêutica endovenosa contínua. Conclusão: Este estudo proporcionou identificar as características desses idosos e as suas necessidades de cuidado, o que contribui para uma assistência de enfermagem de melhor qualidade a essa população.  


Texto completo:

PDF PDF ENGLISH

Referências


Prochet TC, Silva MJP. Comportamentos da Enfermagem percebidos pelo idoso. Esc Anna Nery [impr.] 2011 out-dez; 15 (4):784-790.

Lira LN, Costa SSS, Silveira VDA et al. Diagnósticos e prescrições de enfermagem para idosos em situação hospitalar. Av.enferm. [Internet] 2015; 33 (2): 251-260. Available from: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0121-45002015000200007&lng=en. http://dx.doi.org/10.15446/av.enferm.v33n2.30762.

Souza EN. Classificação de pacientes internados em uma unidade traumatológica. Rev Gaúcha Enferm. [online] Porto Alegre (RS) 2012 jun; 33(2): 52-59. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v33n2/09.pdf.

Ramos LR, Toniolo NJ, Cendoroglo MJ, Garcia JT, Najas MS, Perracini M, Paola CR et al. Two-year follow-up study of elderly residents in S. Paulo, Brazil: methodology and preliminary results. Revista de Saúde Pública, 1998; 32 (05): 397-407. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rsp/v32n5/32n5a3.pdf.

Fugulin FMT, Silva SHS, Shimizu HE, Campos FPF. Implantação do sistema de classificação de pacientes na unidade de clinica medica do hospital universitário da USP. Rev Med HU-USP [impr.]1994; 4(1/2):63-8.

Fugulin FMT. Dimensionamento de pessoal de enfermagem: avaliação do quadro de pessoal das unidades de internação de um hospital de ensino. [tese doutorado] São Paulo: Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo; 2002.

Fugulin FMT, Gaidzinski RR, Kurcgant P. Sistema de classificação de pacientes: identificação do perfil assistencial dos pacientes das unidades de internação do HU-USP. Rev LatinoamEnferm 2005;13(1):72-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v13n1/v13n1a12.pdf.

Pagotto V, Silveira EA, Velasco WD. The profile of hospitalizations and associated factors among elderly users of the Brazilian Unified Health System (SUS). Ciência & Saúde Coletiva 2013; 18(10):3061-3070. Disponível em: http://www.scielosp.org/pdf/csc/v18n10/v18n10a31.pdf.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Indicadores Sociodemográficos e de Saúde no Brasil. Estudos e Pesquisas. Rio de Janeiro: IBGE; 2012.

Andrada MMC, França M, Alvarez AM, Hammerschmidt KSA. Diagnósticos de enfermagem para idosos internados, segundo a Classificação Internacional das Práticas de Enfermagem. Rev Rene. 2015 jan-fev; 16(1):97-105. Disponível em: http://www.revistarene.ufc.br/revista/index.php/revista/article/view/1905/pdf.

Sthal CH, Berti HW, Palhares VC. Grau de dependência de idosos hospitalizados para realização das atividades básicas da vida diária. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, 2011 Jan-Mar; 20(1): 59-67. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v20n1/07.pdf.

Silva VA, Souza KL, D’elboux MJ. Urinary incontinence and the criteria of frailness among the elderly outpatients. Rev Esc Enferm USP. 2011 Jun; 45(3):672-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v45n3/en_v45n3a18.pdf.

Bastos GAN, Harzheim E, Sousa AI. Prevalência e fatores associados à consulta médica entre adultos de uma comunidade de baixa renda do Sul do Brasil*. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, jul-set 2014; 23(3):409-420. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ress/v23n3/1679-4974-ress-23-03-00409.pdf.

Storti LB, Fabrício-Whebe SCC, Kusumota L, Rodrigues RAP, Marques S. Frailty of elderly patients admitted to the medical clinic of an emergency unit at a general tertiary hospital. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, 2013 Abr-Jun; 22(2): 452-9. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v22n2/en_v22n2a22.pdf.

DATASUS. Brasília: Ministério da Saúde (BR) [cited 2010 sep 29]. Apresenta: indicadores demográficos segundo o IBGE e Sistema de informações hospitalares do SUS (SIH/SUS). Available from: http://www.datasus.gov.br/catalogo/sihsus.htm.

Gvozd R, Oliveira WT, Jenal S, Vannuchi MTO, Haddad MCL, Fortes FC. Grau de dependência de cuidado: pacientes internados em hospital de alta complexidade. Esc Anna Nery (impr.) 2012 out-dez; 16 (4):775-780. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v16n4/19.pdf.

Inoue KC, Matsuda LM. Dimensionamento da equipe de enfermagem da UTI adulto de um hospital ensino. Rev Eletr Enferm. [on-line]. 2009; 11(1): 55-63. Disponível em: http://www.fen.ufg.br/fen_revista/v11/n1/pdf/v11n1a07.pdf.

Leite MT, Gonçalves LHT, Battisti IDE, Hildebrandt LM. Recursos humanos de enfermagem: formação e atualização na área do envelhecimento. Rev Rene, Fortaleza, 2011 jan/mar;12(1):24-32. Disponível em: http://www.revistarene.ufc.br/vol12n1_pdf/a04v12n1.pdf.




DOI: https://doi.org/10.18554/reas.v6i2.2219

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/