REFLEXÕES SOBRE A UTILIZAÇÃO DA CIPE NA PRÁTICA PROFISSIONAL: REVISÃO INTEGRATIVA

Maura Cristiane e Silva Figueira, Lia Maristela da Silva Jacob, Marta Patricia Spazapan, Letícia Chiquetto, Ana Carine Arruda Rolim, Erika Christiane Marocco Duran, Maria Helena Baena de Moraes Lopes

Resumo


Objetivo: realizar uma revisão integrativa para descrever a utilização da CIPE na prática profissional de enfermagem de acordo com a produção científica nacional e internacional. Métodos: A busca dos artigos foi realizada nas bases de dados CINAHL, Scopus, PubMed e Bireme, com a delimitação dos últimos cinco anos. Utilizou-se para a busca os termos “CIPE” e “ICNP”, foram selecionados 35 artigos sobre a temática. Resultados: os artigos foram distribuídos em: Estudos de Revisões Integrativas sobre a CIPE; Aplicação da CIPE em situações específicas do cuidado ou em determinadas patologias; Aplicação do sistema CIPE na Atenção Primária em Saúde; Estudos com mapeamento cruzado com termos da CIPE e Uso na informatização e programas de Processo de Enfermagem Informatizado. Conclusão: os estudos buscam qualificar a assistência de enfermagem e implementar o Processo de Enfermagem com linguagem padronizada por meio da CIPE propiciando melhor comunicação entre equipe de enfermagem e demais profissionais.


Texto completo:

PDF PDF ENGLISH

Referências


Nanda I. Diagnósticos de enfermagem da NANDA: definições e classificação–2009-2011. Porto Alegre (RS): Artmed; 2010.

Horta VA. Teorias de enfermagem. Horta VA, com a colaboração de Castellanos BEP. Processo de enfermagem. São Paulo: EPU; 1979. p. 9-27.

Schaurich D, Crossetti MDGO. Produção do conhecimento sobre teorias de enfermagem: análise de periódicos da área, 1998-2007. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2010;14(1):182-8.

Clares JWB, Freitas MC, Guedes MVC, Nóbrega MML. Construção de subconjuntos terminológicos: contribuições a pratica clínica do enfermeiro. Rev Esc Enferm USP. 2013;47(4):965-70.

Conselho Federal de Enfermagem. Resolução nº 358, de 15 de outubro de 2009: dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação do processo de enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional de enfermagem, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Rio de Janeiro: Conselho Federal de Enfermagem; 2009.

Vieira AN, Fernandes SCDA, Varela GDC, Azevedo VRCD, Queiroz JCD. Sistematização da Assistência de Enfermagem na Estratégia Saúde da Família: limites e possibilidades. Rev Rene. 2012;13(4):816-24.

Lins SMDSB, Santo FHE, Fuly PDSC. Aplicabilidade da classificação internacional para a prática de enfermagem no Brasil. Ciênc cuid Saúde. 2011;10(2):359-65.

Mazoni SR, Rodrigues CC, Santos DS, Rossi LA, Carvalho ECD. Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem e a contribuição brasileira. Revista Brasileira de Enfermagem. 2010; 63(2):285-289.

International Classification for Nursing Practice (ICNP). ICNP® definition. 2015 April. Available from: URL: http://www.icn.ch/what-we-do/definition-a-elements-of-icnpr/

Cubas MR, da Silva SH, Rosso M. Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem (CIPE®): uma revisão de literatura. Revi Eletr Enferm. 2010;12(1).

Whittemore R. Combining evidence in nursing research: methods and implications. Nursing research. 2005;54(1):56-62.

Mendes KDS, Silveira RCDCP, Galvão CM. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Context Enferm. 2008;17(4):758-64.

Whittemore R, Knafl K. The integrative review: updated methodology. Journal of advanced nursing. 2005;52(5):546-53.

Barra DCC, Sasso GTMD. The nursing process according to the international classification for nuring practice: an integrative review. Texto Context Enferm. 2012;21(2):440-7.

Mattei FD, Toniolo RM, Malucelli A, Cubas MR. International scientific output on the international classification for nursing practice. Rev Gaúch Enferm. 2011; 32(4):823-31.

Furtado LG, Medeiros ACT, da Nóbrega MML. Terminological subset of the international classification for nursing practice: an integrative review. Online Brazilian Journal of Nursing. 2013;12(1):178-93.

Fialho LFG, Fuly PDSC. CIPE® catalogue for patients with multiple myeloma: A descriptive study. Online Brazilian Journal of Nursing. 2012;11(2):444-7.

Carvalho MWAD, Nobrega MMLD, Garcia TR. Process and results of the development of an ICNP® Catalogue for Cancer Pain. Ver Esc Enferm USP. 2013;47(5):1060-7.

Castro MCF, Fuly PDSC. ICNP® terminological subset for tumor wounds in palliative care: a methodological study. Online Brazilian Journal of Nursing. 2014;13:408-11.

Bordallo FR, Teixeira ER, Andrade M, Couto IRR, Souza FBAD, Sanches ICP. Cliente Submetida a mastectomia radical e aplicação da CIPE em uma unidade de cirurgia oncológica: Estudo de caso. Rev pesq cuid fundam (Online). 2013;5(n. esp 5):182-9.

Lins SMDSB, Santo FHDE, Fuly PDSC, Garcia TR. Subset of ICNP® diagnostic concepts for patients with chronic kidney disease. Revista brasileira de enfermagem. 2013; 66(2):180-189.

.22. Laukvik LB, Mølstad K, Fossum M. The construction of a subset of ICNP® for patients with dementia: a Delphi consensus and a group interview study. BMC nursing. 2015;14(1):1.

Diniz IV, Brito KKG, Oliveira SDM, Melo ACAL, Costa MML, Soares MJGO. ICNP® as care strategy in nursing for a patient with multiple pathologies. Acta Scientiarum. Health Sciences. 2015;37(2):161-6.

Araújo AA, Nóbrega MML, Garcia TR. Diagnósticos e intervenções de enfermagem para pacientes portadores de insuficiência cardíaca congestiva utilizando a CIPE®. Rev Esc Enferm USP. 2013;47(2):385-92.

Souza DRP, Andrade LT, Napoleão AA, Garcia TR, Chianca TCM. Termos da Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem em reabilitação físico-motora. Rev Esc Enferm USP. 2015;49(2):209-15.

Leite MCA, Fernandes MGM, Medeiros ALD, Nóbrega MMLD. Assistência de enfermagem a uma puérpera utilizando a teoria de horta e a CIPE. Rev Rene. 2013;14(1):199-208.

Luciano TS, Nóbrega MMLD, Saparolli ECL, Barros ALBLD. Cross mapping of nursing diagnoses in infant health using the International Classification of Nursing Practice. Rev Esc Enferm USP. 2014;48(2):250-6.

Primo CC, Trevizani CC, Tedesco JC, Leite FMC, Sousa MVA, Lima EDFA. Classificação internacional para a prática de enfermagem na assistência pré-natal. Enfermagem em Foco. 2016;6(1/4).

Medeiros ACT, Nóbrega MML. Terminological subsets of the International Classification for Nursing Practice-ICNP® for senior patients: a methodological study. Online Brazilian Journal of Nursing, 2013;12:590-2.

Coelho MMF, Miranda KCL, Guedes MVC, Monteiro ARM, da Silva LF, Leite ACS. Aplicabilidade da CIPE® fundamentada na teoria da modelagem e modelagem de papel. Rev Bras Enferm. 2014;67(3):438-42.

Moura DDJM, Freitas MCD, Guedes MVC, Lopes MVDO. Problemas adaptativos segundo Roy e diagnósticos fundamentados na CIPE® em hipertensos com doenças associadas. Rev Eletr Enf. 2013;15(2):352-61.

Silva Oliveira MD, Rocha BS, Bachion MM. Desafios para a introdução da CIPE® no ensino de Saúde Coletiva: Relato de Experiência. Enfermagem em Foco. 2013;4(1).

Tannure MC, Salgado PDO, Chianca TCM. Cross-Mapping: diagnostic labels formulated according to the ICNP® versus diagnosis of NANDA International. Rev Bras Enferm. 2014;67(6):972-8.

Mata LRFD, Souza CCD, Chianca TCM, Carvalho ECD. Creating diagnoses and interventions under the auspices of different nursing classification systems. Rev Esc Enferm USP. 2012;46(6):1512-8.

Silva RS, Nóbrega MML, Medeiros ACT, Jesus NVA, Pereira A. Termos da CIPE® empregados pela equipe de enfermagem na assistência à pessoa em cuidados paliativos. Rev Eletr Enferm. 2015;17(2):269-77.

Andrade LL, Costa KNFM, Nóbrega MML, Santos JO, Accioly CMC. Termos identificados em uma clínica médica e classificados como não constantes na CIPE®. Rev Eletr Enferm. 2012;1(14):330-6.

Cubas MR, Carvalho CMG, Malucelli A, Denipote AGM. Cross-mapping of terms of the axes time, location, means and client between different versions of ICNP® and CIPESC®. Rev Bras Enferm. 2011;64(6):1100-5.

Cubas MR, Brondani AM, Malucelli A. Nursing diagnoses and outcomes related to the circulatory-system terms (ICNP®) represented in an ontology. Rev Esc Enferm USP. 2013; 47(5):1068-75.

Dal Sasso GTM, Barra DCC, Paese F, Almeida SRWD, Rios GC, Marinho MM, Debétio MG. Computerized nursing process: methodology to establish associations between clinical assessment, diagnosis, interventions, and outcomes. Rev Esc Enferm USP. 2013;47(1):242-9.

So EY, Park H. Exploring the possibility of information sharing between the medical and nursing domains by mapping medical records to SNOMED CT and ICNP. Healthcare informatics research. 2011;17(3):156-61.

Hou IC, Chang P, Chan HY, Dykes PC. A modified Delphi translation strategy and challenges of International Classification for Nursing Practice (ICNP®). International journal of medical informatics. 2013;82(5):418-26.




DOI: https://doi.org/10.18554/reas.v7i2.2369

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/