CARACTERIZAÇÃO DE USUÁRIOS HIPERTENSOS DE UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

Jovani Luiz Cenatti, Maicon Henrique Lentsck, kelly Holanda Prezotto, Calíope Pilger

Resumo


O objetivo da pesquisa foi delinear o perfil sociodemográfico e de saúde dos hipertensosparticipantes de um grupo do Hiperdia em um município do Paraná. Trata-se de um estudotransversal, descritivo, de abordagem quantitativa. Foram entrevistados 386 usuários de umaunidade básica de saúde. Os dados foram tratados por meio da estatística descritiva e análisede frequências. Constatou-se que a maioria dos indivíduos (60,8%) são homens, possuemidade maior de 60 anos (73,2%) e se encontram casados(as) (71,1%). Em relação às doençasassociadas à hipertensão arterial, 19,6% possuem Diabetes Mellitus e 9,6% não sabeminformar ou nunca fizeram exames de rotina. Dos entrevistados, 41,2% relataram que já foraminternados devido à hipertensão arterial. Conclui-se que com o conhecimento do perfil doshipertensos é possível direcionar o atendimento que contribui para uma melhor adesão aotratamento, aumento da prevenção de complicações e diminuição da morbimortalidade.

Descritores: Gestão em Saúde. Promoção da Saúde. Hipertensão. Diabetes Mellitus.


Texto completo:

PDF

Referências


- Lima LM, Schwartz E, Muniz RM, Zillmer JGV, Ludtke I. Perfil dos usuários do Hiperdia de três unidades básicas de saúde do sul do Brasil. Rev Gaúcha Enferm., Porto Alegre (RS) 2011;32(2):323-9.

-Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Hiper¬tensão arterial sistêmica para o Sistema Único de Saúde. Brasília (DF): El Ministério; 2006. p. 208.

-Paz EPA, Souza MH do N, Guimarães RM, Pavani GF, Correa HF dos S, Carvalho PM de, Rodrigues RM. Estilos de vida de pacientes hipertensos atendidos com a Estratégia de Saúde Familiar. Invest Educ Enferm. 2011;29(3): 467-476.

- Corradi EM, Araújo CA, Machado JR, Esteves MH. Caracterização de hipertensos de unidade de saúde em Curitiba, Paraná. Rev enferm UFPE on line. 2008;2(3):270-77.

- Borim FSA, Guariento ME e Almeida EA. Perfil de adultos e idosos hipertensos em unidade básica de saúde. Rev Bras Clin Med. São Paulo, 2011;9(2):107-11.

-IBGE. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Rio de Janeiro, 2010. Disponível em: . Acesso em 05 mai 2011.

- Jesus ES, Augusto MAO, Gusmão J, Mion Júnior D, Ortega K, Pierin AMG. Perfil de um grupo de hipertensos: aspectos biossociais, conhecimentos e adesão ao tratamento. Acta Paul Enferm 2008;21(1):59-65.

- Henrique NN, Costa PS, Vileti JL, Corrêa MCM, Carvalho EC. Hipertensão arterial e diabetes mellitus: um estudo sobre os programas de atenção básica. Rev. enferm. UERJ, Rio de Janeiro, 2008;16(2):168-73.

- Zunzunegui MV; Rodriguez-laso A, Otero A, Pluijm SMF, Nikula S, Blumstein T. et al. Disability and social ties: comparative findings of the CLESA study. Eur J Ageing 2005;2:40-7.

- Cotran RS, Kumar V, Collins T. Robbins: Patologia Estrutural e Funcional. 6. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

- Morais GFC, Soares MJGO, Costa MML, Santos IBC. O diabético diante do tratamento, fatores de risco e complicações crônicas. Rev. enferm. UERJ. 2009;17(2):240-5.

- Cotta, RMM et al. Perfil sociossanitário e estilo de vida de hipertensos e/ou diabéticos, usuários do Programa de Saúde da Família no município de Teixeiras, MG. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2009; 14(4):1251-1260.

- Silveira PC, Martins RC, Dantas RH. Os efeitos da atividade física na prevenção da hipertensão. Rev Bras Med Esporte 1999;5(2):66-72.

– Mion Jr D, Pierin AMG, Bensenor IM, Marin JCM, Costa KRA, Henrique LFO, Couto RCC, Laurenti TE, Machado TAO. Hipertensão arterial na cidade de São Paulo: prevalência referida por contato telefônico. Arq. Bras. Cardiol. [online]. 2010; 95(1):99-106.

– Brasil. Ministério da saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Vigitel Brasil 2011: Vigilância e Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por inquérito Telefônico. Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde – Brasília: Ministério da Saúde, 2012c. 132p. Série Estatísticas e Informações em Saúde.

- Brasil, República Federativa do. Diário Oficial da União. Imprensa Nacional. 70p. n.75 – 18-04-08 – Brasília, 2008.




DOI: https://doi.org/10.18554/

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/