CONHECIMENTO DE MULHERES A RESPEITO DO EXAME DE PAPANICOLAOU E DO AUTOEXAME DAS MAMAS

Sueli Riul da Silva, Lorena Campos Mendes, Caroline Freitas Silveira

Resumo


RESUMO

Objetivo: descrever aspectos do perfil sócio-demográfico de mulheres atendidas no serviço de ginecologia e identificar seu conhecimento sobre o exame de Papanicolaou e autoexame das mamas. Método: estudo transversal, quantitativo, descritivo, com aplicação de questionário relativo ao perfil sócio-demográfico, conhecimento dos exames de Papanicolaou e autoexame das mamas a 200 mulheres entre julho/agosto de 2011. Os dados foram analisados por estatística descritiva. Resultados: predominaram mulheres com idade entre 49-53 anos, procedentes de Uberaba, do lar e com menos de seis anos de estudo. Referente ao Papanicolaou verificou-se que as mulheres possuem déficit de conhecimento quanto ao objetivo e início. Quanto ao autoexame houve maior desconhecimento sobre início, frequência, utilidade e modo de realizar o exame. Conclusões: constatou-se que as mulheres possuem déficit de conhecimento maior referente ao autoexame do que referente ao Papanicolaou, portanto o profissional da saúde deve atuar de forma eficiente na orientação de ambas as práticas.

Descritores: Autoexame de Mama, Educação em Saúde, Enfermagem, Esfregaço Vaginal, Saúde da Mulher.

Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

Ministério da Saúde (BR). Instituto Nacional de Câncer. Ações de enfermagem para o controle do câncer: uma proposta de integração ensino-serviço. 3ed. Rio de Janeiro: INCA; 2008.

Ministério da Saúde (BR). Instituto Nacional do Câncer. Situação de câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA; 2007.

Ministério da Saúde (BR). Instituto Nacional de Câncer. Estimativa 2012: incidência de câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA; 2011.

Ministério da Saúde (BR). Instituto Nacional de Câncer. Estimativa 2008: incidência de câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA; 2007.

Freitas CRP, Terra KL, Mercês NNA. Conhecimentos dos acadêmicos sobre prevenção do câncer de mama. Rev Gaúcha Enferm. 2011; 32 (4): 682-7.

Fernandes JV, Rodrigues SHL, Costa YGAS, Silva LCM, Brito AML, Azevedo JWV, et al. Conhecimentos, atitudes e prática do exame de Papanicolaou por mulheres, Nordeste do Brasil. Rev Saúde Pública. 2009; 43(5): 851-8.

Valente CA, Andrade V, Soares MBO, Silva SR. Conhecimento de mulheres sobre o exame de Papanicolaou. Rev Esc Enferm USP. 2009; 43(Esp2): 1193-8.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Controle dos cânceres do colo do útero e da mama. 2ed. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2013.

Ministério da Saúde (BR). Instituto Nacional de Câncer. Programa Nacional de Controle do Câncer do Colo do Útero [Internet]. 2011 [acesso em 27/03/2013]. [aproximadamente 14 p.] Disponível em:http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/b88bee004eb683d9878a97f11fae00ee/pdf_pncc_coloutero.pdf?MOD=AJPERES&CACHEID=b88bee004eb683d9878a97f11fae00ee.

Ministério da Saúde (BR). Instituto Nacional de Câncer. Estimativa 2010: incidência de câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA; 2009.

Ministério da Saúde (BR). Instituto Nacional de Câncer. Falando sobre Câncer de mama. Rio de Janeiro: INCA; 2000.

Batiston PA. Detecção precoce do câncer de mama: conhecimento e prática das mulheres e profissionais da estratégia da saúde da família, Dourados/MS. Campo Grande (MS). Tese [Doutorado em Ciências da Saúde] – Universidade Federal do Mato Grosso do Sul; 2009.

Ministério da Saúde (BR). Instituto Nacional de Câncer. Controle do Câncer de Mama. Documento do Consenso. Rio de Janeiro: INCA; 2004.

Silva RM, Sanches MB, Ribeiro NLR, Cunha FMAM, Rodrigues, MSP. Realização do auto-exame das mamas por profissionais de enfermagem. Rev Esc Enferm USP. 2009; 43(4): 897-903.

Silva IT, Griep RH, Rotenberg L. Apoio social e rastreamento de câncer uterino e de mama entre trabalhadoras de enfermagem. Rev Latino-am Enfermagem. 2009; 17 (4).

Ministério da Saúde (BR). Cadernos de atenção básica: Controle dos cânceres do colo do útero e da mama. Brasília: MS, 2013.

Thornton H, Pillarisetti RR. ‘Breast awareness’ and ‘breast self-examination’ are not the same. What do these terms mean? Why are they confused? What can we do? EuropeanJournalofCancer, [s.l.], v. 44, n. 15, p. 2118-21, 2008.

Silva SR, Lício FC, Borges LV, Mendes LC, Vicente NG, Gomes NS. Atividades educativas na área da saúde da mulher: um relato de experiência. Revista de Enfermagem e Atenção à Saúde. 2012; 01(1): 106-12.




DOI: https://doi.org/10.18554/

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/