PROGRAMA DE MELHORIA DO ACESSO E DA QUALIDADE DA ATENÇÃO BÁSICA SOB A ÓTICA MÉDICA

Marilane Amaro, Jean Paulo Oliveira, Érica Toledo de Mendonça, Camilo Amaro de Carvalho, Fernando Pacheco Zanelli, Andreia Guerra Siman

Resumo


Objetivo: compreender a concepção sobre o Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB) sob a ótica dos médicos atuantes nas equipes de Saúde da Família. Método: Pesquisa qualitativa, realizada com 14 médicos através de entrevistas com roteiro semiestruturado. Os dados foram analisados utilizando-se a técnica de análise de conteúdo. Resultados: Elaboraram-se três categorias temáticas: A concepção médica sobre o PMAQ-AB: visões que se contrapõem; A face positiva do PMAQ-AB; PMAQ-AB e as dificuldades vivenciadas pelos médicos. Conclusão: Fazem-se necessários programas de educação permanente no tocante às políticas de saúde de forma a incorporá-las com maior efetividade visando à qualidade nas práticas dos serviços de saúde. Ressalta-se a necessidade de investimentos na estrutura física e recursos materiais que são apontados como aspectos limitadores para a atuação dos profissionais.

Texto completo:

PDF PDF ENGLISH

Referências


- Fertonani HP, Pires DEP, Biff D, Scherer MDA. Modelo assistencial em saúde: conceitos e desafios para a atenção básica brasileira. Rev Ciência & Saúde Coletiva [Internet]. 2015 [Citado em 2 Out 2018]; 20(6):1869-1878. Disponível em:

- Pinto HA, Souza ANA, Ferla AA. O Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade: várias faces de uma política inovadora. Rev Saúde em Debate 2014; 38(n.especial): 1-15.

Ministério da Saúde (Brasil). Secretaria de Atenção à Saúde. Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade: Manual Instrutivo para as esquipes de Atenção Básica e NASF. Brasília: Ministério da Saúde; 2017.

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec; 2013.

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2011.

Medrado JRS, Casanova AO, Oliveira CCM. Estudo avaliativo do processo de trabalho das Equipes de Atenção Básica a partir do PMAQ-AB. Saúde Debate [Internet]. 2015 [Citado em 2 Out 2018]; 39(107): 1-11. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-11042015000401033&lng=en.

Clementino FS, Gomes LB, Viana RPT, Marcolino EC, Araújo JP, Chaves TV. Acolhimento na Atenção Básica: Análise a partir da Avaliação Externa do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB). Revista Saúde e Ciência 2015; 4(1): 1-19.

Lopes EAA, Scherer MDA, Costa AM. O Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica e a organização dos processos de trabalho. Rev Tempos actas de saúde coletiva 2015; 9(2): 237-250.

Lopes EZ, Bousquat AEM. Fixação de enfermeiras e médicos na Estratégia de Saúde da Família, município de Praia Grande, São Paulo, Brasil. Rev Bras Med Fam Comunidade. 2011; 6(19): 118-124.

Cruz MM, Souza RBC, Torres RMC, Abreu DMF, Reis AC, Gonçalves AL. Usos do planejamento e autoavaliação nos processos de trabalho das equipes de Saúde da Família na Atenção Básica. Saúde Debate 2014;38(nº especial): 1-16.

Uchôa SAC, Arcênio RA, Fronteira ISE, Coêlho AA, Martiniano CS, Brandão ICA, et al. Acceso potencial a la Atención Primaria de Salud: Qué muestran los datos del Programa de Mejora del Acceso y de la Calidad de Brasil? Rev Lat Am Enfermagem 2016;24(2672):1-30.

Cavalcanti PCS, Neto AVO, Sousa MF. Quais são os desafios para a qualificação da Atenção Básica na visão dos gestores municipais? Rev Saúde Debate [Internet]. 2015 [Citado em 2 Out 2018]; 39(105): 323-336.

Ávila LS, Assis LN, Melo MB, Brant LC. Adesão ao Programa de Educação Permanente para médicos de família de um Estado da Região Sudeste do Brasil. Cien Saude Colet 2014;19(2): 1-16.

Medeiros LC. Perspectivas dos enfermeiros frente às práticas educativas no cotidiano do trabalho. Rev Enferm Atenção Saúde 2018; 7(3):03-13.

Moreira KS, Lima CA, Vieira MA, Costa SM. Educação Permanente e Qualificação Profissional para Atenção Básica. Revista Saúde e Pesquisa. 2017;10(1): 1-9.

DATASUS. Departamento de informática do SUS, 2017.

Mota RRA, David HMSL. Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade de Atenção Básica: questões a problematizar. Rev. Enferm. UERJ 2015;23(1): 1-16.

Giacomelli W, Borges GR, Santos EG. Determinantes da desmotivação no trabalho: uma investigação teórica e empírica. Revista de Administração de Roraima - UFRR 2016;6(1): 1-14.

Silva KL, Medeiros CS. Fatores Intervenientes na Implantação da Estratégia de Saúde da Família nos municípios Brasileiros. Rev APS 2015; 18(3): 1-12.

Sossai TA, Galavote HS, Vieira ECL, Freitas PSS, Lima RCD. Evidências sobre o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica. Rev Bras Pesq Saúde 2016;18(1): 1-9.




DOI: https://doi.org/10.18554/reas.v10i1.4156

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/