SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM, UMA INVENÇÃO BRASILEIRA?

Rosimere Ferreira Santana

Resumo


Em síntese, a SAE suporta a gestão em enfermagem. Dessa forma, organiza o trabalho profissional, possibilitando a organização do trabalho. No entanto, o Processo de Enfermagem carece de ser enfatizado no Brasil, como algo independente, como centro do cuidado de enfermagem, e não subentendido como associado a Sistematização da Assistência de Enfermagem, como uma invenção. Alicerçado no fato de que se não tenho pessoal, método ou instrumento eu não teria o Processo, e teríamos a própria enfermagem sem esses elementos? Isso tem sobremaneira impedido a implantação do processo de enfermagem na prática da enfermagem brasileira, com a ênfase a SAE, e ausência de luz ao Processo de enfermagem - eixo norteador da profissão-ciência.


Texto completo:

PDF PDF ENGLISH

Referências


Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COFEN no. 358, de 15 de outubro de 2009. Dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação do Processo de Enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional de Enfermagem, e dá outras providências. Disponível em: < http://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-3582009_4384.html>

Fuly Patrícia dos Santos Claro, Leite Joséte Luzia, Lima Suzinara Beatriz Soares. Correntes de pensamento nacionais sobre sistematização da assistência de enfermagem. Rev. bras. enferm. [Internet]. 2008 Dec [cited 2019 Sep 16] ; 61( 6 ): 883-887. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672008000600015&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672008000600015.

BELLATO, Roseney; PASTI, Maria José; TAKEDA, Elizabete. Algumas reflexões sobre o método funcional no trabalho da enfermagem. Rev. Latino-Am. Enfermagem, Ribeirão Preto , v. 5, n. 1, p. 75-81, Jan. 1997 . Available from . access on 07 Dec. 2019. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11691997000100009.

PERES, Aida Maris; CIAMPONE, Maria Helena Trench. Gerência e competências gerais do enfermeiro. Texto & Contexto Enfermagem, v. 15, n. 3, p. 492-499, 2006.




DOI: https://doi.org/10.18554/reas.v8i2.4249

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/