PRODUÇÃO DE TESES E DISSERTAÇÕES SOBRE PERÍNEO NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

Paula Alves Santos

Resumo


RESUMO                                                                                                                               Objetivo: Caracterizar os periódicos na temática do períneo, produzidas nos Programas de Pós-Graduação em Enfermagem do Brasil, entre os anos de 1996 e 2012. Método: Estudo bibliométrico realizado por meio da consulta no banco de teses da CAPES. Foram analisadas programa/instituição, o ano da defesa/arguição, o autor, o orientador, a temática e o delineamento do estudo aplicando a estatística descritiva simples. Resultados: Do total de 14 estudos, 28,6% caracterizam-se como tese de doutorado e 71,4% como dissertação de mestrado. A Universidade de São Paulo ocupou o lugar de destaque representando, 85,8% das produções científicas, do quais 66,7% foram dissertações de mestrado. Constatou-se que uma pesquisadora foi responsável pela orientação de 57,1% dos estudos. Conclusão: Para a redução das elevadas taxas de morbimortalidade materna em razão das rotinas indiscriminadas utilizadas no processo de parturição, o desenvolvimento de mais trabalhos científicos nesta área é essencial.

Descritores: Bibliometria, Períneo, Parto, Pós-Graduação em Enfermagem.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/reas.v3i2.946

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/