Reflexões sobre o desafio das novas tecnologias na escola básica

Sandro Luis da Silva

Resumo


O tema educação e novas tecnologias tem despertado cada vez mais o olhar dos estudiosos. Neste artigo, propomos uma reflexão  sobre o uso das novas tecnologias no processo de ensino-aprendizagem de língua portuguesa, considerando a formação docente e a prática pedagógica do professor em sala de aula. Para atingir esse objetivo, trazemos isso, algumas considerações sobre um estudo qualitativo (ainda em desenvolvimento) com professores da escola pública de uma cidade da grande São Paulo. Para as reflexões aqui apresentadas, pautamo-nos em  Pinheiro (2007), Marcuschi (2004), Harvey (1992) e Goergen (2005), Moran (2012), Silva (2012) e Freitas (2009) em relação às novas tecnologias. Quanto à leitura, buscamos apoio em Marcuschi (2005 e 2012) e em Lajolo (1993). Constatou-se que ainda há certa resistência dos professores em inserir novas estratégias de ensino valendo-se dos recursos oferecidos pelas novas tecnologias por falta de uma formação adequada, seja inicial, seja continuada, embora elas já comecem a fazer parte do cotidiano escolar.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/ri.v9i1.1076

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 ISSN 1981-0601

 Qualis B2 (LINGUíSTICA E LITERATURA/ Quadriênio 2013-2016)