A ILUSTRAÇÃO NO LIVRO INFANTIL: MULTIPLICIDADE DE SENTIDOS

Patricia Elisabel Bento Tiuman

Resumo


Resumo: A ilustração se configura como elemento recorrente nos livros destinados, sobretudo, ao público infantil e a sua associação ao texto verbal pode apresentar várias funções, além de ornamentar o texto verbal, elas acrescentam informações e ampliam a compreensão do leitor. O presente artigo expõe uma análise das ilustrações de três livros escritos por Walcyr Carrasco: A ararinha do bico torto (2010a), Meus dois pais (2010b) e Pituxa a vira-lata (2010c) e ilustrados respectivamente por Simone Matias, Alberto de Stefano e Laurent Cardon. Nestes livros o texto verbal e o imagético comungam o mesmo espaço e a leitura de ambos ocorre simultaneamente. As teorias de análise de imagens propostas por Camargo (2010), Fittipaldi (2008) e Joly (1996) compõem o referencial teórico utilizado neste estudo cujo objetivo é apresentar a relação existente entre o texto verbal e o imagético e como este interfere na construção do sentido geral da obra literária.

 

Palavras chaves: literatura infantil; ilustração; texto verbal.


Texto completo:

Sem título () PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/ri.v8i2.1284

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 ISSN 1981-0601

 Qualis B2 (LINGUíSTICA E LITERATURA/ Quadriênio 2013-2016)