Estudo sobre alguns conceitos considerados fundamentais para a compreensão da teoria sócio-histórica do filósofo russo Mikhail Bakhtin: uma investigação teórica

Deize Fernandes Diniz

Resumo


Este artigo é resultado de um semestre de estudos voltados à obra de Mikhail Bakhtin, especialmente Marxismo e filosofia da linguagem (1981) e Estética da criação verbal (1997) e objetiva realizar uma revisão teórica sobre alguns conceitos que acreditamos serem fundamentais para uma melhor compreensão da teoria sócio-histórica bakhtiniana. Bakhtin, apesar de ter concepções bastante inovadoras na área da linguagem, era considerado uma figura marginal no cenário intelectual russo pós-revolucionário, por ser um estudioso multidisciplinar e por ser contrário a correntes acadêmicas específicas. Seu trabalho e suas ideias, mesmo tendo um reconhecimento tardio, são considerados, nos dias de hoje, de fundamental leitura e estudo a todos os profissionais que trabalham com o estudo da linguagem.    

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/ri.v4i01.192

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 ISSN 1981-0601

 Qualis B2 (LINGUíSTICA E LITERATURA/ Quadriênio 2013-2016)