ENSINO DA LEITURA E DA ESCRITA NAS SÉRIES INICIAIS: REFLETINDO A PARTIR DA ABORDAGEM DO LIVRO DIDÁTICO

Fabiana Giovani, FERNANDA TAÍS BRIGNOL GUIMARÃES

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo a análise de um capítulo do livro didático “Marcha Criança - Português”, dos autores Maria Teresa Marsico, Maria do Carmo Tavares da Cunha, Maria Elisabete Martins Antunes e Armando Coelho de Carvalho Neto. Foi realizada a análise do capítulo 06 deste livro, intitulado: “A lagarta que tinha medo de voar”. Nessa análise, objetivou-se observar quais são as concepções teórico-metodológicas nas quais os autores estão embasados e se essas concepções se mantêm coerentes com as atividades por eles propostas para serem aplicadas em sala de aula. Através dessa análise, percebemos que há certa disparidade entre a concepção teórica apresentada pelos autores e as atividades propostas para serem realizadas com os alunos. Os exercícios propostos no livro didático analisado se apresentam em parte coerentes com a concepção teórica apresentada no livro do professor. Porém há momentos em que a prática se distancia enormemente da teoria, causando contrariedades entre o que é dito e o que é feito efetivamente. Além disso, percebe-se, também, que o próprio discurso dos autores apresenta algumas contradições, que se explicitam, por exemplo, no uso concomitante que fazem de termos que envolvem concepções teóricas distintas, como é o caso do termo redação de um lado, concorrendo com o conceito de gênero textual de outro

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/ri.v5i2.325

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 ISSN 1981-0601

 Qualis B2 (LINGUíSTICA E LITERATURA/ Quadriênio 2013-2016)