AS CANTIGAS DE SANTA MARIA COMO CORPUS PARA A ANÁLISE LINGUÍSTICA

Autores

  • Daniel Soares da Costa Universidade Estadual Paulista (UNESP-Araraquara)

DOI:

https://doi.org/10.18554/ri.v6i1.390

Resumo

O objetivo deste trabalho é mostrar como as Cantigas de Santa Maria, compostas por Afonso X, o Rei Sábio, de Leão e Castela, podem constituir um corpus rico para a análise linguística de diversos fenômenos relacionados ao português daquela época, séculos XII e XIII. Esse corpus permite análises linguísticas tanto no nível segmental quanto no suprassegmental. Também pretendemos apresentar duas metodologias desenvolvidas que trabalham com textos poéticos: a de Massini-Cagliari (1995, 1999), que utiliza a observação das palavras em posição de rima nos textos poéticos e a de Costa (2010a) que estabelece a relação entre música e texto na busca de pistas sobre a prosódia da língua.

Downloads

Publicado

2013-11-01

Edição

Seção

ARTIGOS