ENTRE A MAGREZA E O SOBREPESO: DISCURSO, CORPO E SENTIDO SOBRE A MULHER EM ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS

Palmira Heine

Resumo


O presente artigo pretende discutir à luzda Análise de Discurso pecheutiana, os modos de construção discursiva da noçãode magreza e sobrepeso em anúncios publicitários de duas diferentes épocas: asdécadas de 50 e  90, a partir da análise deduas  propagandas de produtos paraengordar e de uma propaganda de remédio para emagrecer que expõem o corpofeminino. Com base na Ad pecheutiana, pode-se afirmar que a ideia de magreza esobrepeso pauta-se numa construção discursiva que mobiliza noções de belezaconstruídas historicamente e que variam a depender do momento histórico ao qualestão atreladas. Como resultado, mostra-se que os sentidos de magreza esobrepeso deslizam metaforicamente e se relacionam com as diferentes condiçõesde produção dos discursos nas diferentes épocas em que as propagandas foramveiculadas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/ri.v7i1.810

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 ISSN 1981-0601

 Qualis B2 (LINGUíSTICA E LITERATURA/ Quadriênio 2013-2016)