Análise de parâmetros clínicos e laboratoriais relacionados à atopia em crianças da zona urbana e rural

Jussara Silva Lima, Carlos Alberto Mota Araújo, Luisa Karla de Paula Arruda, Virmondes Rodrigues Junior, Valéria Cardoso Alves Cunali, Vandui da Silva dos Santos

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar a expressão de alergias (dermatite, rinite e ou asma) e relacionar com a incidência de parasitoses. Foi feito um estudo clínico em crianças de 2 a 15 anos residentes na zona urbana ou rural. A avaliação se fez pelo questionário ISAAC adaptado e exames laboratoriais - dosagem de IgG4, IgE total e específico para Derp 1 2, Per a7, tropomiosina de ácaro e de Ascaris, contagem de eosinófilos e parasitológico de fezes. A prevalência de parasitoses foi reduzida na população estudada, mas elevada na população proveniente de zona rural. Observou-se correlação entre a concentração de IgE total e contagem relativa de eosinófilos. A ocorrência de alergias ou a procedência dos indivíduos não esteve relacionada com alterações laboratoriais, e nem com reatividade a antígenos parasitários e ambientais, por se tratar de uma interiorana, com poucas discrepâncias sociais, ambientais e climáticas entre zona rural e urbana.

Descritores: Hipersensibilidade; Imunoglobulina E; Helmintos.


Referências





DOI: https://doi.org/10.18554/refacs.v4i3.1773

Apontamentos

  • Não há apontamentos.