Terapia ocupacional em contextos hospitalares: a especialidade, atribuições, competências e fundamentos

Heloísa Cristina Figueiredo Frizzo, Victor Auguto Cavaleiro Corrêa

Resumo


Trata-se de uma reflexão que teve como objetivo contextualizar a atuação da Terapia Ocupacional em contextos hospitalares. Muitos são os referenciais teóricos observados na prática terapêutica ocupacional neste campo, dentre eles destacam-se a estrutura da prática da Terapia Ocupacional: domínio e processo, e a Ciência Ocupacional ou Ciência da Ocupação. Independentemente dos referenciais teóricos que subsidiam a atuação do profissional especialista em contextos hospitalares, espera-se que as habilidades e competências do terapeuta ocupacional não se restrinjam a visão fragmentada do conhecimento em subespecialidades clássicas da formação, tais como: saúde mental e reabilitação física, uma vez que o cuidado à pessoa em processo de adoecimento e hospitalização, exige uma visão integral e ampliada da pessoa e sua relação com as ocupações num cotidiano singular.


Palavras-chave


Terapia ocupacional; Assistência hospitalar; Cuidados paliativos

Referências


Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional. Resolução nº 371, de 06 de novembro 2009. Dispõe sobre a alteração do artigo 1º da Resolução COFFITO nº 366 [Internet]. D.O.U., Brasília, DF, 30 nov 2009 [citado em 13 ago 2017]; 228(Seção 1):852. Disponível em: https://www.coffito.gov.br/nsite/?p=3134#more-3134

Campos GWS, Chakour M, Santos RC. Análise crítica sobre especialidades médicas e estratégias para integrá-las ao Sistema Único de Saúde (SUS). Cad Saúde Pública. 1997; 13(1):141-4.

Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional. Resolução nº 429, de 08 de julho de 2013. Reconhece e disciplina a especialidade de Terapia Ocupacional em Contextos Hospitalares, define as áreas de atuação e as competências do terapeuta ocupacional especialista em Contextos Hospitalares e dá outras providências [Internet]. D.O.U., Brasília, DF, 02 set 2013 [citado em 13 ago 2017]; 169(Seção I). Disponível em: https://www.coffito.gov.br/nsite/?p=3191#more-3191

Galheigo SM. Terapia ocupacional, a produção do cuidado em saúde e o lugar do hospital: reflexões sobre a constituição de um campo de saber e prática. Rev Ter Ocup. 2008; 19(1):20-8.

American Occupational Therapy Association. Occupational therapy practice framework: domain and process. 3rd ed. Am J Occup Ther. 2014; 68(1):1-48.

Carrasco J, Olivares D. Haciendo camino al andar: construcción y comprensión de la ocupación para la investigación y práctica de la terapia ocupacional. Rev Chil Ter Ocup. Dec 2008; (8):5-16.

Jáuregui JG, Lucero DC. Forma, función y significado de la conducción de automóviles en un grupo de adultos mayores residentes en Santiago de Chile. Rev Chil Ter Ocup. 2013; 13(1):23-32.

International Society of Occupational Science Disponível em: http://www.isoccsci.org. Acesso em: 13 ago. 2017.

Magalhães L. Ocupação e atividade: tendências e tensões conceituais na literatura anglófona da terapia ocupacional e da ciência ocupacional. Cad Ter Ocup UFSCar. 2013; 21(2):255-63.

Dickie V. O que é ocupação? In: Crepeau EB, Cohn ES, Schell BAB., editores. Willard e Spackman: Terapia ocupacional. 11 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011. p. 15- 21.

Clark F, Lawor MC. A elaboração e o significado da ciência ocupacional. In: Crepeau EB, Cohn ES, Schell BAB., editores. Willard e Spackman: Terapia ocupacional. 11 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011. p. 2-14.

Campos GWS, Amaral MA. A clínica ampliada e compartilhada, a gestão democrática e redes de atenção como referenciais teórico-operacionais para a reforma do hospital. Ciênc Saúde Coletiva. 2007; 12(4):849-59.

Campos GWS. Um método para análise e co-gestão de coletivos. São Paulo: Hucitec; 2000.

Cunha GT. A clínica ampliada na atenção primária. São Paulo: Hucitec; 2005.

Gazotti TC, Prebianchi, HB. Caracterização da interconsulta psicológica em um hospital geral. Psicol Teor Prát. 2014; 16(1):18-30.

Frizzo HCF. Inserção do Terapeuta Ocupacional em um hospital geral universitário: sua participação em um serviço de consultoria psiquiátrica. [Dissertação] Ribeirão Preto, SP: Universidade de São Paulo; 2002.

Tedesco S, Ceccato TL, Nori AM, Citero VA. A Terapia ocupacional para o doente clínico: ampliação do cuidado com a saúde mental. In: Marco MA. A face humana da medicina: do modelo biomédico ao modelo psicossocial. São Paulo: Casa do Psicólogo; 2003. p. 151-155.

Gomes MGJPB. A interconsulta de terapia ocupacional no hospital geral: um convite feito há mais de 10 anos. Rev Ceto. 2010; l(12):21-6.

Gomes MGJPB. Caracterização clínica e sócio-demográfica da população atendida por um serviço de interconsulta de terapia ocupacional em um hospital geral universitário. [Dissertação]. Ribeirão Preto, SP: Universidade de São Paulo; 2008.

Morais LV. A Interconsulta de terapia ocupacional no hospital geral: um espaço para a saúde. Rev Ceto. 2001; 6:9-13.

Heller A. O Cotidiano e a história. São Paulo: Paz e Terra; 2004.

Kujawski GM. A crise do século XX. 2ed. São Paulo: Ática; 1991.

Corrêa VAC. Luto: intervenção em terapia ocupacional. Belém: Amazônia Editora; 2010.

Glover JS. The literature of occupational science: a systematic, quantitative examination of peer-reviewed publications from 1996-2006. J Occup Sci. 2009; 16(2):92-103.

Guajardo CA. Enfoque y praxis en terapia ocupacional: reflexiones desde una perspectiva de la terapia ocupacional crítica. TOG (A Coruña) [Internet]. 2012 [citado em 13 ago 2017]; 9(5):18-325. Disponível em: http://www.revistatog.com/mono/num5/prologo.pdf

Hocking GE, Whiteford C. Introduction to critical perspectives in occupational science. In: Hocking GE, Whiteford C. Occupational science: society, inclusion, participation. Oxford: Wiley-Blackwell, 2012. p. 3-7.

Molineux M, Whiteford GE. Occupational science: genesis, evolution and future contribuition. In: Duncan EAS. Foundations for practice in occupational therapy. 5ed. [Londres]: Churchill livingstone; 2012. p. 243-253.




DOI: https://doi.org/10.18554/refacs.v6i1.2379

Apontamentos

  • Não há apontamentos.