A relação entre saúde mental e cuidados paliativos: percepções de terapeutas ocupacionais da rede psicossocial

Kátia Maki Omura, Alanna Julie Leão Ferreira, Fabiana Sousa Ribeiro, Victor Augusto Cavaleiro Corrêa, Luísa Sousa Monteiro Oliveira

Resumo


O objetivo do estudo foi compreender a relação que os terapeutas ocupacionais atuantes na área fazem entre saúde mental e cuidados paliativos. Esta é uma pesquisa descritiva e exploratória de abordagem qualitativa, realizada com 18 terapeutas ocupacionais com atuação na área de saúde mental. Foi aplicado questionário para obtenção de dados demográficos e coletadas entrevistas semiestruturadas. O estudo ocorreu em centros de atenção psicossocial e em um hospital público no Norte do Brasil. A análise de conteúdo conduziu o tratamento de dados. Os terapeutas ocupacionais relacionaram a atenção na saúde mental com os cuidados paliativos, porém não de forma estrita, e mostraram interesse em conhecer mais sobre o assunto. Por outro lado, os profissionais que atuavam com crianças não fizeram esta relação.


Palavras-chave


Cuidados paliativos; Transtornos mentais; Terapia ocupacional; Serviços de saúde mental

Referências


Paranhos-Passos F, Aire S. Reinserção social de portadores de sofrimento psíquico: o olhar de usuários de um Centro de Atenção Psicossocial. Physis [Internet]. 2013 [citado em 10 jan 2018]; 23(1):13-31. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/physis/v23n1/02.pdf

Rocha FL, Hara C, Paprocki J. Doença mental e estigma. Rev Méd Minas Gerais [Internet]. 2015 [citado em 10 jan 2018]; 25(4):590-6. Disponível em: http://rmmg.org/artigo/detalhes/1876

Matsumoto DY. Cuidados paliativos: conceitos, fundamentos e princípios. In: Carvalho RT, Parsons HA, organizadores. Manual de cuidados paliativos ANCP [Internet]. 2ed. atual e ampl. [São Paulo]: Academia Nacional de Cuidados Paliativos; 2012 [citado em 18 jan 2018]. p. 23-30. Disponível em: http://biblioteca.cofen.gov.br/wp-content/uploads/2017/05/Manual-de-cuidados-paliativos-ANCP.pdf

American Psychiatric Association. DSM-5: manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais. 5ed. Porto Alegre: Artmed; 2014. 992p.

Silva Júnior JS, Fischer FM. Adoecimento mental incapacitante: benefícios previdenciários no Brasil entre 2008-2011. Rev Saúde Pública [Internet]. 2014 [citado em 18 jan 2018]; 48(1):186-90. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rsp/v48n1/0034-8910-rsp-48-01-0186.pdf

Trachsel M, Irvin SA, Biller-Adorno N, Hoff P, Riese F. Palliative psychiatry for severe persistent mental illness as a new approach to psychiatry? Definition, scope, benefits, and risks. BMC Psychiatry [Internet]. 2016. [citado em 18 jan 2018]; 16:260. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4957930/pdf/12888_2016_Article_970.pdf

Leão A, Barros S. As Representações sociais dos profissionais de saúde mental acerca do modelo de atenção e as possibilidades de inclusão social. Saúde Soc. [Internet]. 2008 [citado em 18 jan 2018]; 17(1):95-106. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/sausoc/2008.v17n1/95-106

Ministério da Saúde (Br). Saúde mental [Internet]. Brasília, DF: Ministério da Saúde; 2013 [citado em 18 jan 2018]. 171 p. (Cadernos de Atenção Básica; n. 34). Disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/caderno_34.pdf

World Health Organization. WHO Definition of Palliative Care [Internet]. Genebra: OMS; 2016 [citado em 18 jan 2018]. Disponível em: http://www.who.int/cancer/palliative/definition/en/

Queiroz MEG. Atenção em cuidados paliativos. Cad Ter Ocup UFSCar. [Internet]. 2012 [citado em 03 jan 2018]; 20(2):203-5. Disponível em: http://www.cadernosdeterapiaocupacional.ufscar.br/index.php/cadernos/article/view/623

Turato ER. Métodos qualitativos e quantitativos na área da saúde: definições, diferenças e seus objetos de pesquisa. Rev Saúde Pública [Internet]. 2005 [citado em 18 jan 2018]; 39(3): 507-14. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rsp/v39n3/24808.pdf

Alves A J. O planejamento de pesquisas qualitativas em educação. Cad Pesqui. [Internet]. 1991 [citado em 18 jan 2018]; 77:53-61. Disponível em: http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/cp/article/view/1042

Bardin L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70; 2011.

Santoro MCF, Galera SAF. O cuidado familiar a um ente com esquizofrenia: narrativas sobre o futuro. SMAD Rev Eletrônica Saúde Ment Álcool Drog. [Internet]. 2013 [citado em 18 jan 2017]; 9(3):122-8. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/smad/v9n3/pt_05.pdf

Berk M, Berk L, Udina M, Moylan S, Stafford L, Hallam K, et al. Palliative models of care for later stages of mental disorder: maximizing recovery, maintaining hope, and building morale. Aust New Zealand J Psychiatr. [Internet]. 2012 [citado em 18 jan 2018]; 46(2):92-99. Disponível em: http://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/0004867411432072

Sampaio ALP, Caetano D. Mortalidade em pacientes psiquiátricos: revisão bibliográfica. J Bras Psiquiatr. [Internet]. 2006 [citado em 18 jan 2018]; 55(3):226-31. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/103142/1/2-s2.0-33846210674.pdf

Evenblij K, Widdeshoven GA, Onwuteaka-Philipsen BD, Kam H, Pasman HR. Palliative care in mental health facilities from the perspective of nurses: a mixed-methods study. J Psychiatr Ment Health Nurs. [Internet]. 2016 [citado em 18 jan 2018]; 23(6/7):409-18. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1111/jpm.12320

Delfini PSS, Reis AOA. Articulação entre serviços públicos de saúde nos cuidados voltados à saúde mental infanto-juvenil. Cad Saúde Pública [Internet]. 2012 [citado em 18 jan 2018]; 28(2):357-66. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v28n2/14.pdf

Santos PL. Problemas de saúde mental de crianças e adolescentes atendidos em um serviço público de psicologia infantil. Psicol Estud. [Internet]. 2006 [citado em 18 jan 2017]; 11(2):315-21. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pe/v11n2/v11n2a09.pdf

Ministério da Saúde (Br), Conselho Nacional do Ministério Público. Atenção psicossocial a crianças e adolescentes no SUS: tecendo redes para garantir direitos [Internet]. Brasília, DF: Ministério da Saúde; 2014 [citado em 18 jan 2018]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/atencao_psicossocial_criancas_adolescentes_sus.pdf




DOI: https://doi.org/10.18554/refacs.v7i1.3079

Apontamentos

  • Não há apontamentos.