Implementação do processo de enfermagem pelo aplicativo de gestão para hospitais universitários: relato de experiência.

Isadora Braga Calegari, Aldenora Laisa Paiva de Carvalho Cordeiro, Danielle Bárbara Silva Motta, Deimesom Silva Dias, Glendha Oliveira Arduini, Lázara Carolina Pellegrini, Raquel Bessa Ribeiro Rosalino

Resumo


Este é um relato de experiência desenvolvido na unidade de onco-hematologia de um Hospital Público de Ensino, no período de março a outubro do ano de 2016, com o objetivo de relatar a experiência de residentes de enfermagem quanto à implementação do Processo de Enfermagem pelo Aplicativo de Gestão para Hospitais Universitários. Foram identificadas potencialidades quanto à implementação do PE pelo aplicativo, como o alinhamento dos processos de trabalho, otimização dos registros de enfermagem, melhoria da qualidade assistencial e comunicação efetiva na equipe de enfermagem. Dentre os desafios destacam-se: ausência de alguns diagnósticos específicos para clientes onco-hematológicos, limitações ou ausência de algumas prescrições no aplicativo e tempo escasso da equipe. Assim, foram identificadas potencialidades e desafios quanto à implementação do processo informatizado. Conclui-se que o a experiência contribuiu para o julgamento clínico, raciocínio diagnóstico, pensamento crítico e reflexivo do residente de enfermagem.


Palavras-chave


Processo de enfermagem; Enfermagem; Informática em enfermagem

Referências


Benedet SA, Gelbcke FL, Amante LN, Padilha MIS, Pires DP. Processo de enfermagem: instrumento da sistematização daassistência de enfermagem na percepção dos enfermeiros. Rev Pesqui Cuid Fundam. [Internet]. 2016 [citado em: 20 mar 2017]; 8(3):4780-8. DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2016.v8i3.4780-4788

Alfaro-lefevre, R. Aplicação do processo de enfermagem: uma ferramenta para o pensamento crítico. 8ed. Porto Alegre: Artmed; 2014.

Dal Sasso GTM, Barra DCC, Paese F, Almeida SRW, Rios GC, Marinho MM, Debétio MG. Processo de enfermagem informatizado: metodologia para associação da avaliação clínica, diagnósticos, intervenções e resultados. Rev Esc Enferm USP. [Internet]. 2013 [citado em: 20 mar 2017]; 47(1):242-9. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342013000100031

Lima DFB, Ivo GB, Braga ALS. A informática em enfermagem nos sistemas de informação: revisão sistemática de literatura. Rev Pesqui Cuid Fundam. [Internet]. 2013 [citado em: 20 mar 2017]; 5(3):18-26. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/1432/pdf_807

Ribeiro JC, Ruoff AB, Baptista CLBM. Informatização da sistematização da assistência de enfermagem: avanços na gestão do cuidado. J Health Inform. [Internet]. 2014 [citado em: 20 mar 2017]; 6(3):75-80. Disponível em: http://www.jhi-sbis.saude.ws/ojs-jhi/index.php/jhi-sbis/article/view/296/199

Dutra HS, Jesus MCP, Pinto LMC, Farah BF. Utilização do processo de enfermagem em unidade de terapia intensiva: revisão integrativa da literatura. HU Rev. 2016; 42(4): 245-52.

Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares. O que é o AGHU. [201-] [citado em: 26 maio 2017]. Disponível em: http://www.ebserh.gov.br/web/aghu/sobre/o-que-e.

Horta WA. O processo de enfermagem. São Paulo: EPU/EDUSP; 1979.

Souza Junior DI, Ribeiro JHM, Santos RP, Fagundes KVDL, Dias PF, Mendes MA. Impasses, condições e potencialidades à implementação do processo de enfermagem na prática hospitalar brasileira: revisão integrativa. Rev enferm UFPE [Internet]. 2017 [citado em: 23 mar 2017]; 11(2):656-66. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/11985/14544

Pissaia LF, Krieger GA, Costa AEK. Informática em saúde: relato da implantação da sistematização da assistência de enfermagem em um hospital do vale do Taquari/RS, Brasil. Rev Saúde.com. [Internet]. 2016 [citado em: 22 mar 2017]; 12(4):705-10. Disponível em: http://www.uesb.br/revista/rsc/ojs/index.php/rsc/article/view/421/400

Tannure MC, Lima APS, Oliveira CR, Lima SV, Chianca TCM. Processo de enfermagem: comparação do registro manual versus eletrônico. J Health Inform. [Internet]. 2015 [citado em: 20 abr 2017]; 7(3):69-74. Disponível em: http://www.jhi-sbis.saude.ws/ojs-jhi/index.php/jhi-sbis/article/view/337/235

Saranto K1, Kinnunen UM, Kivekäs E, Lappalainen AM, Liljamo P, Rajalahti E, et al. Impacts of structuring nursing records: a systematic review. Scand J Caring Sci. [Internet]. 2014 [citado em: 20 abr 2017]; 28(4):629-47. DOI: https://doi.org/10.1111/scs.12094

Trindade LR, Ferreira AM, Silveira A, Rocha EM. Processo de Enfermagem: desafios e estratégias para sua implementação sob a ótica de enfermeiros. Saúde (Santa Maria). [Internet] 2016 [citado em: 20 abr 2017]; 42(1):75-82. DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236583419805

Ribeiro JC, Ruoff AB, Baptista CLBM. Informatização da sistematização da assistência de enfermagem: avanços na gestão do cuidado. J Health Inform. [Internet]. 2014 [citado em 20 abr 2017]; 6(3):75-80. Disponível em: http://www.jhi-sbis.saude.ws/ojs-jhi/index.php/jhi-sbis/article/view/296/199

Pereira RB, Coelho MA, Bachion MM. Tecnologias de informação e registro do processo de enfermagem: estudo de caso em UTI neonatal. Rev Eletrônica Enferm. [Internet]. 2016 [acesso em: 04 maio 2017];18:e1138. DOI: http://dx.doi.org/10.5216/ree.v18.35135

Melo DFF, Nunes TAS, Viana, MRP. Percepção do enfermeiro sobre a implantação da sistematização da assistência de enfermagem no centro cirúrgico. R Interd. [Internet]. 2014 [citado em: 20 abr 2017]; 7(2):36-44. Disponível em: https://revistainterdisciplinar.uninovafapi.edu.br/index.php/revinter/article/view/425/pdf_126




DOI: https://doi.org/10.18554/refacs.v6i3.3094

Apontamentos

  • Não há apontamentos.