Comportamentos de saúde e envelhecimento saudável: um estudo com idosos da comunidade

Natália Nunes Scoralick-Lempke, Elizabeth do Nascimento, Beatriz Conceição Silva Ribeiro, Caroline Moreira, Maria Eduarda Lima Oliveira, Paloma Caroline Sousa, Taísa Joice Teixeira

Resumo


Este é um estudo quantitativo realizado em 2015, que teve como objetivo investigar os comportamentos de saúde de uma amostra de idosos residentes na cidade de Pará de Minas (MG) e a relação entre a prática de atividades e o envelhecimento saudável. A amostra foi composta por 303 indivíduos residentes na comunidade, predominantemente mulheres, com 60 anos de idade ou mais, que não apresentavam declínio cognitivo. Mais da metade dos participantes avaliou a própria saúde como ótima ou boa; as doenças crônicas não transmissíveis mais prevalentes foram problemas de visão, hipertensão arterial, hipercolesterolemia, alergia e problemas reumáticos. Os participantes possuem bons hábitos alimentares e não fazem uso de álcool e tabaco, o que pode estar relacionado à boa percepção da saúde relatada. Os idosos que praticavam atividades apresentaram menor número de doenças e/ou melhor autopercepção da saúde. Conclui-se que a prática de atividades, especialmente as físicas e cognitivas, contribui para promoção do envelhecimento saudável.


Palavras-chave


Comportamento; Idoso; Envelhecimento saudável

Referências


Campos ACV, Ferreira EF, Vargas AMD, Gonçalves LH. Healthy aging profile in octogenarians in Brazil. Rev Latinoam Enferm. [Internet]. 2016 [citado em: 24 abr 2017]; 24:e2724. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/2814/281449727015.pdf. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1518-8345.0694.2724

Rowe JR, Kahn RL. Successful aging. New York: Pantheon Books; 1998.

Gwee X, Nyunt MSZ, Kua EH, Jeste DV, Kumar R, Ng TP. Reliability and validity of a self-rated Analogue Scale for Global Measure of Successful Aging [Abstract]. Am J Geriatr Psychiatry [Internet]. 2014 [citado em 27 fev 2017]; 22(8):829-37. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24119862. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.jagp.2013.09.002

Depp CA, Jeste DV. Definitions and predictors of successful aging: A comprehensive review of larger quantitative studies [Abstract]. Am J Geriatr Psychiatry [Internet]. 2006 [citado em: 11 maio 2017]; 14(1):6-20. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16407577 DOI: https://doi.org/10.1176/foc.7.1.foc137

Costa MFFL, Peixoto SV, César CC, Malta DC, Moura EC. Comportamentos em saúde entre idosos hipertensos. Rev Saúde Pública [Internet]. 2009 [citado em: 20 fev 2017]; 43(2):18-26. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102009000900004&lng=pt&tlng=pt. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102009000900004

Tavares OR, Lopes CGR. Atividade física no envelhecimento: uma contribuição para a qualidade de vida. Rev Portal Divulg. [Internet]. 2015 [citado em 15 mar 2017]; 5(45):71-7. Disponível em: https://www.portaldoenvelhecimento.com/revista-nova/index.php/revistaportal/article/view/516/555

Alcântara AR, Cabral HMA, Freire ALL, Ferreira LGF, Torres MV, Rocha GM. Análise comparativa qualidade de vida entre idosas praticantes e não praticantes de atividade física em Teresina-Piauí. Rev Eletrônica Gest Saúde. [Internet]. 2015 [citado em 03 mar 2017]; 6(1):379-89. Disponível em: http://periodicos.unb.br/ojs311/index.php/rgs/article/view/2570/2293

Jobim RAF, Jobim CFE. Atividade física, nutrição e estilo de vida no envelhecimento. J Health Sci. [Internet]. 2015 [citado em: 05 mar 2017]; 17(4):298-308. Disponível em: http://www.pgsskroton.com.br/seer/index.php/JHealthSci/article/view/3274/3005. doi: http://dx.doi.org/10.17921/2447-8938.2015v17n4p%25p

Silva JVF, Silva EC, Rodrigues APRA, Miyazawa AP. A relação entre o envelhecimento populacional e as doenças crônicas não transmissíveis: sério desafio da saúde pública. Cad Grad Ciênc Biol Saúde [Internet]. 2015 [citado em 14 mar 2016]; 2(3):91-100. Disponível em: https://periodicos.set.edu.br/index.php/fitsbiosaude/article/viewFile/2079/1268

Nordon DG, Guimarães RR, Kozonoe DY, Mancilha VS, Neto VSD. Perda cognitiva em idosos. Rev Fac Ciênc Med Sorocaba [Internet]. 2009 [citado em 8 fev 2017]; 11(3):5-8. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/RFCMS/article/view/1874/1288

Andrade BN, Canona FB, Zugmanb LC, Ayresb GT, Ideb GM, Novellic CPMM. Centro de convivência de idosos: uma abordagem de estimulação cognitiva e psicossocial. Cad Saúde Pública [Internet]. 2012 [citado em 17 fev 2017]; 19(3):735-743. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4322%2Fcto.2014.013

Moreira MM, Santos VS, Moreira MM, Oliveira J, Garcia LAA, Santos AS et al. Hábitos alimentares de idosos em um município do interior mineiro. REFACS [Internet]. 2018 [citado em 20 mar 2018]; 6(3):439-44. Disponível em: inserir link de acesso. DOI: http://dx.doi.org/10.18554/refacs.v6i3.3082

Malta BM, Papini JS, Corrente EJ. Avaliação da alimentação de idosos de município paulista- aplicação do Índice de Alimentação Saudável. Ciênc Saúde Colet. [Internet]. 2013 [citado em 15 mar 2017]; 18:377-384. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v18n2/09.pdf. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232013000200009

World Health Organization. Envelhecimento ativo: uma política de saúde [Internet]. Gontijo S, tradutora. Brasília, DF: OPAS; 2005 [citado em: 21 mar 2017]. 62p. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/envelhecimento_ativo.pdf

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Sinopse do censo demográfico de 2010 [Internet]. Rio de Janeiro: IBGE; 2011 [citado em: 05 jan 2017]. Disponível em http://www.censo2010.ibge.gov.br/sinopse/index.php?dados=26&uf=31#topo_piramide

Cohen J. Statistical power analysis for the behavioral sciences. 2thed. Hillsdale: Lawrence Erlbaum Associates; 1988.

Rebouças M, Pereira MG. Indicadores de saúde para idosos: comparação entre o Brasil e os Estados Unidos. Rev Panam Salud Pública [Internet]. 2008 [citado em 8 fev 2017]; 23(4):237-246. Disponível em: http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1020-49892008000400003. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892008000400003

Martinson M, Berridge C. Successful aging and its discontents: a systematic review of the social gerontology literature. Gerontologist [Internet]. 2014 [citado em: 23 mar 2017]; 55(1):58-69. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4986586/. DOI: 10.1093/geront/gnu037

World Health Organization. Summary report on proceedings minutes and final acts of the international health conference [Internet]; 1946; New York. Geneva: WHO; 1948 [citado em 23 mar 2017]. 143p. (Official Records of the World Health Orgamzation; 2). Disponível em: http://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/85573/Official_record2_eng.pdf;jsessionid=203518FEFA527388E533F3392A3D6CB2?sequence=1

Silva F, Espirito-Santo H, Costa M, Cardoso D, Vicente F, Martins S, et al. Reabilitação neuropsicológica grupal de idosos. Rev Port Investig Comport Social [Internet]. 2015 [citado em 15 fev 2017];1(2):15-30. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Helena_Espirito_Santo/publication/282702025_Group_Neuropsychological_Rehabilitation_of_institutionalized_elderly_with_Cognitive_Impairment_no_Dementia/links/5619038b08aea80367202cc7/Group-Neuropsychological-Rehabilitation-of-institutionalized-elderly-with-Cognitive-Impairment-no-Dementia.pdf

Carlson CM, Parisi MJ, Xia J, Xue Q, Rebok WQ, Roche BK, et al. Lifestyle activities and memory: variety may be the spice of life. The womens´s Health and Aging Study II. J Int Neuropsychol Soc. [Internet]. 2012 [citado em: 14 fev 2017]; 18(2):286-294. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3508669/pdf/nihms420111.pdf

Muragaki CS, Okamoto KH, Furlan L, Toldrá RC. A utilização de jogos pela terapia ocupacional: contribuição para a reabilitação cognitiva. X Encontro Latino Americano de Iniciação Científica; VI Encontro Latino Americano de Pós-Graduação; 2006; São José dos Campos. São José dos Campos, SP: Universidade do Vale do Paraíba; 2006 [citado em 8 fev 2017]. p. 2524-2527. Disponível em: http://www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2006/epg/03/EPG00000538-ok.pdf

Moraes MCL. Promoção da saúde: visitando conceitos e ideias. REFACS [Internet]. 2017 [citado em 01 mai 2017]; 5(1):75-79. Disponível em: http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/refacs/article/view/1917/1936 DOI: http://dx.doi.org/10.18554/refacs.v5i1.1917

Senger VEA, Ely SL, Gandolfi T, Schneider HR, Gomes I, Carli AG. Alcoolismo e tabagismo em idosos: relação com ingestão alimentar e aspectos socioeconômicos. Rev Bras Geriatr Gerontol. [Internet]. 2011 [citado em 10 fev 2017]; 14(4):713-9. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232011000400010. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1809-98232011000400010

Garcia LAAG, Milani J, Celeste LFN, Chagas LMO, Caixeta TP, Santos AS. Inatividade física e depressão em idosos no Brasil: uma revisão sistemática. REFACS [Internet]. 2017 [citado em 02 jun 2017]; 5(1):66-74. Disponível em: http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/refacs/article/view/1916/1933 DOI: http://dx.doi.org/10.18554/refacs.v5i1.1916

Borim FSA, Francisco PMSB, Neri NA. Fatores sociodemográficos e de saúde associados à mortalidade em idosos residentes na comunidade. Rev Saúde Pública [Internet]. 2017 [citado em 01 ago 2018]; 51(4):1-12. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102017000100236&lng=en&tlng=en. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s1518-8787.2017051006708




DOI: https://doi.org/10.18554/refacs.v6i4.3293

Apontamentos

  • Não há apontamentos.