O significado da música para puérperas acerca da vivência no pré-parto

Patrícia Costa dos Santos da Silva, Cristiane Matos Nogueira, Lívia Ferreira Oliveira, Efigênia Aparecida Maciel de Freitas

Resumo


O objetivo deste estudo foi conhecer o significado da música para puérperas acerca da vivência do trabalho de parto. Trata-se de estudo de abordagem qualitativa, descritiva e exploratória, realizado em um hospital situado na região do Triângulo Mineiro com oito mulheres que participaram de encontros musicais durante o período de trabalho de parto. A coleta de dados ocorreu após o parto, por meio da técnica de entrevista semiestruturada e os dados foram organizados pela análise de conteúdo temática. Três unidades categóricas foram construídas: a influência da música na redução álgica; a utilização da música na redução de ansiedade e estresse relacionados ao parto; e a música como estratégia de acolhimento. O significado da música na perspectiva destas mulheres constituiu-se num recurso terapêutico que minimiza a dor no trabalho de parto, alivia a ansiedade e o estresse gerado nesse momento ímpar na vida, além de promover um ambiente de acolhimento.


Palavras-chave


Música; Musicoterapia; Enfermagem; Humanização da assistência

Referências


Martins GF, Vieira LG. Práticas integrativas e complementares para o bem-estar da gestante. Rev Bras Ciênc Vida. [Internet]. 2018 [citado em 18 ago 2018]; 6(Esp):1-4. Disponível em: http://jornal.faculdadecienciasdavida.com.br/index.php/RBCV/article/view/772

Reis CSC, Souza DOM, Nogueira MFH, Progianti JM, Vargens OMC. Análise de partos acompanhados por enfermeiras obstétricas na perspectiva da humanização do parto e nascimento. Rev Pesqui Cuid Fund. (Online). [Internet]. 2016 [citado em 18 ago 2018]; 8(4):4972-9. DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2016.v8i4.4972-4979

Santos HFL, Araújo MM. Políticas de humanização ao pré-natal e parto: uma revisão de literatura. Rev Cient FacMais. [Internet]. 2016 [citado em 05 abr 2018]; 6(2):55-64. Disponível em: http://revistacientifica.facmais.com.br/wp-content/uploads/2016/07/Artigo-6-POL%C3%8DTICAS-DE-HUMANIZA%C3%87%C3%83O-AO-PR%C3%89-NATAL-E-PARTO.pdf

Tabarro CS, Campos LB, Galli NO, Novo NF, Pereira VM. Efeito da música no trabalho de parto e no recém-nascido. Rev Esc Enferm USP. [Internet]. 2010 [citado em 05 abr 2018]; 44(2):445-52. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v44n2/29.pdf

Costa MCS, Rossi LA, Lopes LM, Cioffi CL. Significados de qualidade de vida: análise interpretativa baseada na experiência de pessoas em reabilitação de queimaduras. Rev Latinoam Enferm. [Internet]. 2008 [citado em 15 mar 2018]; 16(2):252-9. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v16n2/pt_13.pdf

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14ed. São Paulo: Hucitec; 2014.

Trindade APNT, Barboza MA, Oliveira FB, Borges APO. Repercussão do declínio cognitivo na capacidade funcional em idosos institucionalizados e não institucionalizados. Fisioter Mov. [Internet]. 2013 [citado em 15 mar 2018]; 26(2):281-9. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/fm/v26n2/05.pdf

Domingues RMSM, Dias MAB, Nakamura-Pereira M, Torres JA, D'Orsi E, Pereira APE, et al. Processo de decisão pelo tipo de parto no Brasil: da preferência inicial das mulheres à via de parto final. Cad Saúde Pública. [Internet]. 2014 [citado em 05 abr 2018]; 30(Sup):S101-S116. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v30s1/0102-311X-csp-30-s1-0101.pdf

Araújo TC, Pereira A, Sampaio ES, Araújo MSS. Uso da música nos diversos cenários do cuidado: revisão integrativa. Rev Baiana Enferm. [Internet]. 2014 [citado em 05 abr 2018]; 28(1):96-106. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/enfermagem/article/viewArticle/6967

Araújo ASC, Correia AM, Rodrigues DP, Lima LM, Gonçalves SS, Viana APS. Non-pharmacological methods in home birth. J Nurs UFPE on line. [Internet]. 2018 [citado em 15 mar 2018]; 12(4):1091-6. DOI: http//doi.org/10.5205/1981-8963-v12i4a230120p1091-1096-2018

Garcia Gonçaléz J, Ventura Miranda MI, Requena Mullor M, Parron Carreño T, Alarcón Rodriguez R. Effects of prenatal music stimulation on state/trait anxiety in full-term pregnancy and its influence on childbirth: a randomized controlled trial. J Matern Fetal Neonatal Med. [Internet]. 2017 [citado em 05 abr 2018]; 31(8):1058-65. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28287005

Dzymalski DM, Tsen LC, Palanisamy A, Zhou J, Huang CC, Kodali BS. A randomized controlled trial of music use during epidural catheter placement on laboring parturient anxiety, pain, and satisfaction. Anesth Analg. 2017; 124(2):542–7.

Nunes-Silva M, Moreira LC, Moraes GRJ, Rosa GT, Marra CAS. A música para indução de relaxamento na Terapia de Integração Pessoal pela Abordagem Direta do Inconsciente–ADI/TIP. Contextos Clín. [Internet]. 2012 [citado em 15 mar 2018]; 5(2):88-99. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/cclin/v5n2/v5n2a04.pdf

Caitano JSO, Azevedo EB, Costa LDFP, Soares CCD, Aguiar PV, Ferreira Filha MO. Música durante o transoperatório: concepção de profissionais e pacientes. Rev Bras Pesqui Saúde. [Internet]. 2014 [citado em 15 mar 2018]; 16(2):76-83. Disponível em: http://periodicos.ufes.br/RBPS/article/view/9289

Brehmer LSF, Verdi M. Acolhimento na Atenção Básica: reflexões éticas sobre a Atenção à Saúde dos usuários. Ciênc Saúde Coletiva. [Internet]. 2010 [citado em 18 abr 2018]; 15(3):3569-78. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v15s3/v15s3a32.pdf

Silva LAGP, Baran FDP, Mercês NNA. A música no cuidado às crianças e adolescentes com câncer: revisão integrativa. Texto & Contexto Enferm. [Internet]. 2016 [citado em 05 abr 2018]; 25(4):1-10. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v25n4/pt_0104-0707-tce-25-04-1720015.pdf




DOI: https://doi.org/10.18554/refacs.v7i3.3755

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.