LEITURA, ANÁLISE LINGUÍSTICA E PRODUÇÃO DE TEXTO: A BUSCA PELA (RE) ESCRITA AUTORAL

Héllen Cristina Silva de Aguiar Inácio

Resumo


Visando a mudança de paradigmas na concepção do ensino tradicional, e optando por um ensino dialógico, analista e reflexivo da Língua Portuguesa, este trabalho objetiva apresentar a análise de uma atividade, que se inicia com leitura e interpretação, percorre o caminho da análise linguística, e resulta na (re)escrita textual com indícios de autoria. A abordagem deste tema mostra-se relevante, pois norteia a prática pedagógica cuidadosa de leitura, interpretação, produção de textos e sentidos, e a análise destes. Esta pesquisa, optou-se por tratar a linguagem como meio de interação social, em um processo dialógico entre aluno, texto e professor; e para isso, assumimos as reflexões propostas por Geraldi (2013) e Mendonça (2013), que analisam os aspectos linguísticos, metalinguísticos, e, sobretudo, os epilinguísticos presentes em um discurso; além de nos ancorarmos também nos estudos de Possenti (2002), ao tratarmos de autoria e nos Parâmetros Curriculares Nacionais do 3º e 4 ë ciclos (1998). Para desenvolver este trabalho, foram realizadas atividades organizadas de leitura, escrita, desenho e exibição de filme. Dessa forma, os textos produzidos, apontam que o trabalho eficaz com a leitura interpretativa, a análise linguística e a (re) escrita é capaz de desenvolver a competência linguística e discursiva dos alunos.

Palavras-chave


Leitura; Análise Linguística; (Re)Escrita Textual; Contos De Fadas.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: língua portuguesa/Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998.

GERALDI, J.W. Portos de passagem. 5.ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2013.

KOCH, I. V. e ELIAS, V. M. Ler e compreender os sentidos do texto. São Paulo: Contexto, 2009

MENDONÇA, M (org). Análise linguística no ensino médio: um novo olhar, um outro objeto. In: Português no Ensino Médio e formação do professor. São Paulo: Parábola Editorial, 2006. Cap. 11. p.199 a 226.

TODOROV, T. As estruturas narrativas. São Paulo: Perspectiva, 2006. POSSENTI, S. 2002 Indícios de autoria. Florianópolis: Perspectiva, v.20, n1, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.