MATERIAIS DIDÁTICOS E ENSINO DA ORALIDADE: LIMITES E DIFICULDADES APRESENTADAS PELOS PROFESSORES

Amelia Fragoso Matos Quifanda, Amélia Virgínia Domingos Ventura Ngunza, Delfina Monteiro Cajiza Calenguelela

Resumo


A Educação Pré-Escolar é caracterizada pelo ensino baseado em representações, isto pelo fato de que a criança aprende quando há interação entre o que se pretende ensinar e seu ambiente cotidiano. Em conformidade a este princípio, o presente artigo visa descrever os materiais didáticos usados por professores da educação pré-escolar da Cidade do Sumbe, em Angola, para o ensino da linguagem oral. Buscamos verificar se o material didático promove a interação entre conteúdos escolares do cotidiano das crianças. Muitas crianças quando são inseridas nas instituições educacionais, tem domínio das línguas nacionais, que não são a língua oficial, o que gera conflitos no processo de ensino e aprendizagem. Assim, apontamos para o fato de que os livros didáticos que chegam aos centros educacionais privilegiam apenas a língua portuguesa, o que gera o questionamento norteador de nossa pesquisa, ou seja, verificar o alcance do livro didático no ensino da língua portuguesa. Para o desenvolvimento deste artigo, foram aplicados questionários dirigidos aos professores do Pré-Escolar do Sumbe, utilizamos como métodos e procedimentos a análise documental dos materiais didáticos usados pelos professores entrevistados, além da observação da pratica docente, assim pretendemos contribuir para a formação de novos professores da Educação Infantil, não apenas na cidade de Sumbe, na Angola, mas apontar como o livro didático aperfeiçoa o trabalho docente.

Palavras-chave


Material didático; Linguagem oral; Educação de Pré-Escolar

Texto completo:

PDF

Referências


CARDOSO, C. J. (2002). A Socioconstrução do texto escrito: uma perspectiva longitudinal. Campinas, SP: Mercado de Letras;

GASPAR, S. I. N. F. (2015). A Língua Portuguesa em Angola: contributos para uma metodologia de Língua Segunda (Dissertação de Mestrado). FCSH da Universidade Nova Lisboa;

LIBÂNEO, J. C. (2011). Didática. São Paulo: Cortez Editora;

MESQUITA, F. Correa, J & Mousinho (2012). Influência de habilidades de processamento fonológico na aprendizagem de narrativa escrita por crianças no 2º e no 3º ano do Ensino Fundamental. In. AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM VOLUME ESPECIAL 2012

MORI, A. C. (2006) Fonologia. In: MUSSALIN, Fernanda; BENTES, Anna Christina. Introdução à Linguística – domínios e fronteiras. Volume 1. São Paulo, Cortez Editora.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.