METODOLOGIAS PARA O ENSINO DA ESCRITA E DA ORALIDADE DA LÍNGUA PORTUGUESA PARA CRIANÇAS

Rafael Varela Antonio Lima, Simão Adão Mariti, Walter Gusmão Quipuco

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar as concepções dos professores sobre o ensino da língua oral e escrita na educação pré-escolar, além disso, pretendemos descrever as metodologias de ensino, assim como as metodologias utilizadas pelos professores na Cidade do Sumbe/Angola. Para a realização deste artigo, utilizou-se a metodologia da pesquisa bibliográfica, apoiando-se essencialmente nas teorias de Vigotsky (1991). A metodologia fundamentou-se nos dados coletados, por meio da aplicação de questionários, em 10 escolas públicas, aplicando à um professor de cada escola. O questionário possibilitou ouvir os anseios dos professores da educação pré-escolar sobre o tema em estudo. Como resultado, encontramos no âmago destes profissionais  que a falta de domínio das línguas locais por parte de alguns professores e o pouco  incentivo das famílias por desconhecimento, constituem os principais fatores da dificuldade no ensino-aprendizagem da linguagem oral e escrita dos alunos, assim, entendemos que se faz necessário investimentos robustos na formação docente, a fim de desenvolvermos a educação na Angola, principalmente em Sumbe, valorizando assim a variedade linguística, social e cultural presente na sociedade angolana.

Palavras-chave


Criança; Linguagem Oral; Linguagem Escrita; Metodologias; Educador

Texto completo:

PDF

Referências


GASPAR, Sofia. A Língua Portuguesa em Angola: Contributos para uma metodologia da língua segunda/Dissertação de Mestrado em Ensino do Português como língua segunda e estrangeira; 2015.

LIMA, M.F. Métodos que auxiliam na aquisição da Leitura e da escrita nos anos iniciais; 2013.

MANUAL DO CURRÍCULO, Ministério da Assistência e Reinserção Social com a colaboração da UNICEF/Departamento de Atendimento a criança/Dezembro de /Namibe Grafics; 1992.

MUSSALIM, F. Introdução a Linguística, volume1, 6ª edição, Editora Cortez.

RAMOS, Manuel. (2010). O Papel da educadora de Infância no desenvolvimento psicomotor em criança da faixa etária dos 5 anos de idade no Centro Infantil 17 de Setembro do Sumbe/Trabalho de fim do curso de licenciatura. 2006.

STAMPA, M. Aquisição da Leitura e da escrita, 2ª edição, Rio de Janeiro. Wak editora 2018.

VIGOTSK, L.S. A formação social da Mente. 4ª edição. São Paulo/Brasil. Martins Fontes. 1991.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.