O que, como, por que e para que perguntar?

Maria Cristina Damianovic

Resumo


Este texto trata-se da resneha do livro Da Pergunta como Ato Monológico Avaliativo à pergunta como Espaço para Expansão Dialógica.Uma Investigação à Luz da Linguística Aplicada sobre Modos de Perguntar, de Ninin (2013). No livro a autora discute como os seres humanos interagem uns com os outros. Entretanto, muito embora perguntar faça parte de nosso cotidiano de viver juntos, em contextos sócio-histórico-culturais de tão ampla envergadura, aprender a perguntar e saber o papel das perguntas no desenvolvimento ou rompimento de relações humanas não fazia parte do currículo, de forma didática tão efervescente,  até chegar  Profa. Dra. Maria Otília G. Ninin (2013), com seu brilhantismo como educadora e autora do livro “A Pergunta como Ato Monológico Avaliativo à Pergunta como Espaço para Expansão Dialógica: Uma Investigação à luz da Linguística Aplicada sobre Modos de Perguntar”. 


Texto completo:

PDF

Referências


LEONTIEV, A.N. Activity and Consciuosness. Moscou. Vaprosy Filosofii. 1977

LIBERALI, F. C.. Argumentação em Contexto Escolar.Campinas, SP: Pontes Editores, 2013.

LIBERALI, F.C. ;SANTIAGO, C. Atividade Social e Multiletramento. In: Inglês; Linguagem em Atividades Sociais. São Paulo, Editora Blucher, 2016, p. 19-35.

MARX,K.; ENGELS,F. A Ideologia Alemã: Teses sobre Feuerbach. São Paulo. Centauro, 2006.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção Textual, Análise de Gêneros e Compreensão. SP: Parábola Editorial, 2008.

NININ, Maria Otília Guimarães. Da Pergunta como Ato Monológico Avaliativo à pergunta como Espaço para Expansão Dialógica. Uma Investigação à Luz da Linguística Aplicada sobre Modos de Perguntar. São Carlos, SP: Pedro&João Editores, 2013.




DOI: https://doi.org/10.18554/i&fd.v5i1.1972

Apontamentos

  • Não há apontamentos.