ENTRE TRINCHEIRAS E CANHÕES: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA LÚDICO-PEDAGÓGICA

Leonardo Lucas Silva da Silva, Igor Ferreira Komar, Gilberto Carneiro, Andréia Christ, Filipe Ribeiro Coelho, Aloísio Menezes

Resumo


RESUMO

Uma dificuldade comum que os professores de história enfrentam, independentemente do seu campo de especialização, é como ajudar os alunos a encontrar respostas para as questões históricas, aquelas para as quais as fontes não estão disponíveis ou inacessíveis e ensiná-los a fazê-lo através de uma metodologia válida. Como objeto interativo os jogos de tabuleiro na sala de aula  estão recebendo crescente reconhecimento, apropriando-se disso desenvolvemos  uma atividade, direcionada às turmas de 3º ano do ensino médio da escola Caic Madezatti e elaborada pelo grupo do PIBID de História, consistiu em um jogo de caráter lúdico pedagógico ambientado no período da Primeira Guerra Mundial. Este jogo propiciou aos estudantes uma inserção na temática histórica previamente estudada pelos mesmos, onde os alunos divididos em equipes simularam uma batalha que reproduz alguns aspectos das ocorridas durante a Primeira Guerra. Os objetivos do presente artigo consistem em demonstrar a) a relevância da aplicação de jogos de tabuleiro como uma alternativa metodológica relevante para se trabalhar os conteúdos da disciplina de História; b) avaliar o grau de adaptabilidade e dinamicidade do conteúdo de História a novos formatos metodológicos e c) Analisar o jogo “Batalha de Madezatti” como ferramenta pedagógica nas aulas de História

Palavras-chave: História; Jogos; PIBID; Aprendizagem


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/i&fd.v4i1.2123

Apontamentos

  • Não há apontamentos.