A RELAÇÃO DA LINGUA MATERNA E NÃO MATERNA COM O PORTUGUÊS NAS ESCOLAS DO SUMBE – ANGOLA

Abrão Tiago Muongo, Alberto José Tomás, José Manuel da Silva Júnior

Resumo


O presente artigo é fruto das atividades desenvolvidas no âmbito do módulo de Aquisição e Desenvolvimento da Linguagem, no curso de Mestrado em Educação Pré-Escolar do Instituto Superior de Ciências de Educação do Cuanza-Sul, da Universidade Katyavala Bwila, e aborda aspectos relacionados à compreensão dos professores do que seja a Língua Materna e Não Materna e a não apresentação de indícios de que o português é atravessado pelas línguas nacionais. Nesta perspectiva, realizou-se uma vista em algumas escolas da cidade do Sumbe, onde leciona-se o pré-escolar no intuito de diagnosticar o modo de atuação dos professores em caso de alunos bilíngue e multilíngue. Verificou-se a existência de alunos que possuem mais de uma língua. Obtiveram-se dados mediante a aplicação de inquérito por questionário aplicado aos professores de Educação Pré-Escolar do Sumbe, cujo objetivo é analisar as concepções dos professores da Educação Pré-Escolar, sobre o que seja língua materna e não materna na “Escola Primária da Terra Prometida do Sumbe”. Para a construção do mesmo apoiou-se nas seguintes metodologias e técnicas: questionário, entrevista, análise documental e referências bibliográficas. A realização do artigo forneceu-nos bases sobre o real conhecimento das línguas e permitiu traçar estratégias para o seu tratamento de forma efica

Palavras-chave


Língua Materna; Língua Não Materna; Línguas Nacionais

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, L. & Flores, C. Bilinguismo. In: Freitas, M. J. & Santos, A. L. (eds.), Aquisição de língua materna e não materna: Questões gerais e dados do português, 275–304. Berlin: Language Science Press.

ASSEMBLEIA NACIONAL DE ANGOLA (2016), Lei Nº 17/16 de 17 de Outubro. Lei de Bases do Sistema de Educação da República de Angola. Diário da República, I Série, Nº 170.

____ (2017), Decreto Executivo nº 35/17, de 27 de Janeiro. Diário da República, I Série, Nº 16.

FROTA, S. & Name, C. Questões de perceção em língua materna. In: Freitas, M. J. & Santos, A. L. (eds.), Aquisição de língua materna e não materna: Questões gerais e dados do português, 35–50. Berlin: Language Science Press.

GUY, G. R. & Zilles, A. M. S. (2006). O ensino da língua materna: uma perspectiva sociolingüística. In: Calidoscópio Vol. 4, n. 1, p. 39-50, jan/abr 2006 © 2006 by Unisinos.

MADEIRA, A. Aquisição de língua não materna. In: Freitas, M. J. & Santos, A. L. (eds.), Aquisição de língua materna e não materna: Questões gerais e dados do português, 305–330. Berlin: Language Science Press.

SIM-SIM, I. Aquisição da linguagem: Um olhar retrospetivo sobre o percurso do conhecimento. In: Freitas, M. J. & Santos, A. L. (eds.), Aquisição de língua materna e não materna: Questões gerais e dados do português, 3–31. Berlin: Language Science Press.

VIGOTSKI, L. S. A construção do Pensamento e da Línguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2001.




DOI: https://doi.org/10.18554/i&fd.v5i2.3488

Apontamentos

  • Não há apontamentos.