Leitura e formação acadêmica do pedagogo: reflexões a partir do projeto PIBIC pedagogia do CAP/UERN

Iure Coutre Gurgel, Francisco Roberto de Oliveira Galdino

Resumo


Este trabalho tem como objetivo tratar sobre o papel da leitura na formação acadêmica dos graduandos do curso de Pedagogia. Assim, tem-se como reflexão geradora de nossa pesquisa: Que reflexões os estudantes de Pedagogia fazem sobre o papel da leitura durante sua formação universitária? Em virtude disso, apresenta-se como objetivo central refletir sobre os processos de leitura vivenciados pelos graduandos na universidade e de que forma essa leitura influencia na sua formação docente. Ancora-se na pesquisa qualitativa, por meio das ferramentas a seguir: o estudo bibliográfico de autores como: Alves (2004),Lima (2002), Gatti (2005) da técnica de coleta de dados grupo focal realizado com estudantes do curso de Pedagogia do Campus Avançado de Patu da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-CAP/UERN. Os resultados evidenciam sobre a relevância que o curso de Pedagogia por meio das experiências variadas de leitura proporcionaram aos participantes, e assim, contribuíram para a formação leitora dos graduandos. Então, percebemos o quão essencial tem sido e precisa ser a Academia no sentido de garantir aos estudantes diferentes vivências que venham contribuir para seu processo formativo, pessoal e profissional.

 


Palavras-chave


Leitura. Formação docente. Curso de Pedagogia

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, L. C. C. O Perfil da iniciação científica no Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho e no Departamento de Bioquímica Médica da Universidade Federal do Rio de Janeiro. 1997. Dissertação (Mestrado em Química Biológica) – Centro de Ciências da Saúde, Instituto de Ciências Biomédicas, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de. Etnografia da Prática Escolar. Campinas, SP: Papirus, 1995.

ANTUNES, I. A leitura: de olho nas suas funções. In: ANTUNES, I. Língua, texto e ensino: outra escola possível. São Paulo: Parábola Editorial, 2009. (Estratégias de ensino)

BAUER, Martins; GASKELL, George, ALLUM, Nicholas. Qualidade, quantidade e interesses do conhecimento: evitando confusões. In: BAUER, Martin W.; GASKELL,

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari. Investigação Qualitativa em Educação. Porto: Porto Editora, 2010.

BORGES, Rita de Cássia Monteiro Barbugiani. O professor reflexivo-crítico como mediador do processo de inter-relação da leitura – escritura. In. PIMENTA, Selma Garrido; GHEDIN, Evandro. Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. (Orgs.) -2. Ed. – São Paulo: Cortez, 2002.

CHIZZOTI, A. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 7. ed. São Paulo. Cortez, 2005.

FLIK, U. Introdução a Pesquisa Qualitativa. 3. Ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. 51ª ed. São Paulo: Cortez, 2011.

_____, Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

GATTI, Bernardete Angelina. Grupo focal na pesquisa em ciências sociais e humanas. Brasília-DF, 2005.

GOMES, S. R. Grupo Focal: uma alternativa em construção na pesquisa educacional. Cadernos de Pós-Graduação. São Paulo, v. 4, Educação, p. 39-45, 2005.

KLEIMAN, Angela. Texto e leitor: Aspectos cognitivos da Leitura. 11ª ed, Campinas, SP: Pontes, 2008.

LAJOLO, Marisa. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. 6ª Ed. São Paulo: Ática, 2006.

_____, O texto não é pretexto. In. ZILBERMAN, Regina. Leitura em crise na escola: as alternativas do professor. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1993. p.51-62.

LIMA, Maria do Socorro Lucena. Leitura de textos na formação de professores: transportando indagações. In: LIMA, Maria do Socorro Lucena. & SALES, Josete de Oliveira Castelo Branco Sales. Aprendiz da prática docente: a didática no exercício do magistério. Fortaleza/CE: Demócrito Rocha, 2002.

MARTINS. Maria Helena. O que é leitura. São Paulo: Brasiliense, 2012.

MASSI, Luciana. Estudos Sobre Iniciação Científica no Brasil: uma revisão. Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP. Cadernos de Pesquisa, v. 40, n. 139, p.173-197, jan./abr. 2010. Disponível em: . Acesso em: 11 de abr. 2019.

TOURINHO Cleber. Refletindo sobre a dificuldade de leitura em alunos do ensino superior: “deficiência” ou simples falta de hábito? Revista Lugares de Educação, Bananeiras/PB, v. 1, n. 2, p. 325-346, jul. Dez. 2011 ISSN 2237-1451. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2019.




DOI: https://doi.org/10.18554/ifd.v7i2.4251

Apontamentos

  • Não há apontamentos.