A construção do personagem autista no livro: O estranho caso do cachorro morto

Rafael Luis Gomes de Oliveira

Resumo


As pessoas portadoras de TEA, devido a uma concepção arcaica enraizada na história da humanidade, sofrem muito com o preconceito social, são muito subestimadas e quando recebem atenção é quase sempre com olhar de pena ou discriminação. Através do livro “O Estranho Caso do Cachorro Morto” pode se perceber o universo autista de uma forma mais humana e realista por meio de Christopher, o personagem principal. O principal objetivo deste trabalho é refletir sobre o potencial do livro como instrumento para conscientização acerca do autismo na escola regular. Especificamente, este trabalho busca num primeiro momento, compreender o autismo e a inclusão no Brasil; num segundo momento, descrever, resumidamente, a história de Christopher; e, por fim, investigar quais características do personagem que poderíamos explorar em uma leitura mediada para fazer um trabalho de conscientização e inclusão na escola. A metodologia deste trabalho foi embasada em pressupostos da revisão bibliográfica reflexiva. Concluiu-se que o livro “O Estranho Caso do Cachorro Morto” pode ser eficaz como ferramenta de conscientização acerca do autismo a fim de mitigar a discriminação e revelar características excepcionais do personagem que podem ser associadas à realidade do universo autista, não só na ficção.  


Palavras-chave


Autismo; Síndrome de Asperger; Mark Haddon; Inclusão Escolar; Literatura Infanto-Juvenil.

Texto completo:

PDF

Referências


ARANA, A. R. de A.; KLEBIS, A. B. S. O. A importância do incentivo à leitura para o processo de formação do aluno. In: Congresso Nacional de Educação, 12, 2015. Anais. Curitiba: PUCPR, 2015.

ARAÚJO, G. A. S. de M. Breves considerações acerca do autismo e inclusão escolar. São Paulo, Vetor Editora Psicopedagógica, 2020.

BETTELHEIM, B. A psicanálise dos contos de fadas. 16 ed. Editora Paz e Terra: São Paulo, 2002.

BRASIL. LDB LEIS DE DIRETRIZES E BASES DA EDUCAÇÃO NACIONAL Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9394.htm. Acesso em 06 de abril de 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais para a educação especial na educação básica/Secretaria de Educação Especial. MEC/SEESP, 2001.

BUEMO, B., et al. Autismo no Contexto Escolar: A Importância da Inserção Social. Research, Society and Development, vol. 8, no. 3, 2019.

CARTILHA DE DIREITOS DAS PESSOAS COM AUTISMO, Comissão De Defesa Dos Direitos Da Pessoa Autista, OAB, Distrito Federal, 2015.

CARVALHO, M. P. de; SOUZA, L. S. de; CARVALHO, J. A. de. Síndrome de Asperger: considerações sobre espectro do autismo. Revista Científica do ITPAC, Araguaína, vol. 07, no. 02, 2014.

CAVACO, N. Minha infante é diferente? Diagnóstico, prevenção e estratégia de intervenção e inclusão das infantes autistas e com necessidades educacionais especiais. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2014.

CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL DE 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm. Acesso em 06 de abril de 2020.

CUNHA, D. Princípios Fundamentais da República Federativa do Brasil. Jus Brasil, 2018.

DECLARAÇÃO DE SALAMANCA DE 1994. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/salamanca.pdf. Acesso em 06 de abril de 2020.

ELLIS, D. S. J. The Curious Incident of the Dog in the Night-time. Student BMJ, vol. 12, 2004, p. 84.

FERNANDES, D.F. Direito Educacional, 2014. Disponível em: . Acesso em 06 de abril de 2020.

FERREIRA, N. L. F. Educação para todos. Universidade Estácio de Sá, Belo Horizonte, 2010.

GARLAND THOMPSON, R. Extraordinary bodies: figuring physical disability in American culture and literature. New York, Columbia University Press, 1997.

GÓMEZ, A. M. S., TERÁN, N. E. Transtornos de aprendizagem e autismo. Cultural, S. A., 2014.

HADDON, M. O Estranho Caso do Cachorro Morto. Editora Record: Rio de Janeiro, 2004.

JANA, L. A. Feelings 101: Teaching about emotional life through literature. Contemporary Pediatrics. Vol. 22, no. 02, 2005, p.87.

KLIN, A. Autismo e síndrome de Asperger: uma visão geral. Rev Bras Psiquiatr., vol. 28, 2006.

MCCLIMENS, A. The Curious Incident of the Dog in the Night-Time (Adult version). Learning Disability Practice, vol. 08, no. 04, 2005, p. 24.

MOOREHEAD, P. Comfortable in Alien Shoes. Canadian Medical Association Journal, vol. 174, no. 09, 2006, p. 1307–1308.

MOREIRA, C. J. M. Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva: uma análise de três Programas Federais, para a Educação Especial, desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Educação do município de São Luis-MA, no período de 2009 a 2012. Universidade Estadual De Campinas Faculdade De Educação, Campinas, 2016.

MULLER, V. Constituting Christopher: Disability theory and Mark Haddon's The Curious Incident of the Dog in the Night-time. Papers: Explorations into Children's Literature, vol.16, no. 02, 2006, 118 ff.

PINTOR, N. A. M. Educação Inclusiva. Livro didático, Editora SESES, 1ª edição, Rio de Janeiro, 2017.

SANTOS, T. R. dos. A realidade da educação inclusiva no Brasil. 2002. Disponível em: https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/farmacia/a-realidade-da-educacao-inclusiva-no-brasil/56728. Acesso em 06 de abril de 2020.

SANTOS, M. De F. S. Entre o familiar e o estranho: representações sociais de professores sobre o autismo infantil. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.

SILVA, A. B. B.; GAIATO, M. B.; REVELES, L. T. Mundo Singular: Entenda o Autismo. Editora Fontanar, São Paulo, 2012.

TENORIO, G.; PINHEIRO, C. O que é autismo, das causas aos sinais e o tratamento, 2018.

Disponível em: https://saude.abril.com.br/mente-saudavel/o-que-e-autismo-das-causas-aos-sinais-e-o-tratamento/. Acesso em 22 de mar. 2020.

WIKIPEDIA. Mark Haddon. 2020. Disponível em: . Acesso em 15 de março de 2020.

WOODROOF, M. Interview with Mark Haddon. NPR, Week-end Edition, Sunday, 2003.




DOI: https://doi.org/10.18554/ifd.v7i3.4976

Apontamentos

  • Não há apontamentos.