Investigando dificuldades na escrita de alunos em processo de alfabetização

Márcia Beatriz da Cruz e Sousa

Resumo


O cenário da educação brasileira tem contribuído para o engessamento das práticas docentes e principalmente, no que se refere ao processo de alfabetização. Salas de aula cada vez mais superlotadas corroboram para práticas docentes homogeneizadoras, ignorando a individualidade do aluno, priorizando o todo e desconsiderando as dificuldades individuais de cada aluno. Entretanto, talvez um olhar mais criterioso do docente das séries iniciais possa contribuir para a alfabetização significativa para o aluno ditos “com dificuldades”. Desta forma o objetivo deste trabalho foi realizar uma investigação in loco pela própria autora no seu próprio ambiente de trabalho a fim de analisar reflexivamente o papel do professor na construção da identidade de “alunos com dificuldades” de aprendizagem de leitura e escrita.  A metodologia empregada foi uma investigação reflexiva na qual coletou-se dados sobre os alunos com a coordenadora pedagógica, os pais e a produção escrita de 3 alunos no primeiro ciclo da escola regular pública. Os resultados destacaram o valor da teoria histórico-cultural e a experiência docente que permitiram à professora problematizar o conceito de “aluno com dificuldade” com o intuito de ressignificar a própria prática.


Palavras-chave


Alfabetização; Formação de professores; Dificuldades na escrita.

Texto completo:

PDF

Referências


CIASCA, Sylvia Maria. Distúrbios de Aprendizagem: Proposta de Avaliação Interdisciplinar. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003. Disponível em: http://www.psiquiatriainfantil.com.br/livro.asp?codigo=29. Acesso em: 31 ago. 2020.

SIGNOR, Rita de Cassia Fernandes; BERBERIAN, Ana Paula; SANTANA, Ana Paula. A medicalização da educação: implicações para a constituição do sujeito/aprendiz. Educ. Pesqui., São Paulo , v. 43, n. 3, p. 743-763, Sept. 2017 . Available from . Accesso on 27 Aug. 2020. Epub Nov 03, 2016. http://dx.doi.org/10.1590/s1517-9702201610146773.

SIQUEIRA, Cláudia Machado; GURGEL-GIANNETTI, Juliana. Mau desempenho escolar: uma visão atual. Rev. Assoc. Med. Bras. , São Paulo, v. 57, n. 1, pág. 78-87, fevereiro de 2011. Disponível em . acesso em 19 de agosto de 2020. https://doi.org/10.1590/S0104-42302011000100021 .

SULKES, Stephen Brian. Visão geral dos transtornos de aprendizagem. 2018. MD, Golisano Children’s Hospital at Strong, University of Rochester School of Medicine and Dentistry. Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt/profissional/pediatria/dist%C3%BArbios-de-aprendizagem-e-desenvolvimento/vis%C3%A3o-geral-dos-transtornos-de-aprendizagem. Acesso em: 11 ago. 2020

VIGOTSKI. L. S. A formação social da mente. 4a. ed São Paulo: Martins Fontes. 1991.




DOI: https://doi.org/10.18554/ifd.v7i3.4990

Apontamentos

  • Não há apontamentos.