PRODUÇÃO DE RELATOS AUTOBIOGRÁFICOS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UMA EXPERIÊNCIA NO PIBID PUC-MINAS

Admir Soares de Almeida Júnior, Izaú Veras Gomes, Anderson Almeida Mota

Resumo


A formação de professores é hoje uma das principais preocupações das políticas públicas direcionadas à educação. Diante dessa tendência, surge também outra necessidade, reestruturar e reelaborar os processos/práticas envolvidos nessa formação, tanto inicial quanto continuada.

Para tanto, o presente trabalho apresenta as narrativas autobiográficas de experiências escolares como uma possibilidade para o processo formativo dos professores, enfatizando nossa experiência com esse tipo de produção através de nossa participação no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência(PIBID), na PUC Minas.

Tais registros foram analisados a partir de uma abordagem embasada no materialismo histórico dialético, utilizando a revisão bibliográfica como estratégia de diálogo com os textos elaborados, abrindo possibilidades de vincular o conhecimento surgido na própria ação e espaço em questão, referentes à narrativa, ao conhecimento “teórico” e às suas próprias experiências já vividas.

A análise desses registros nos permitiu ampliar a importância desse processo na identificação e reflexão sobre os dilemas vivenciados no cotidiano escolar, contribuindo para superar e ressignificar a prática docente instrumentalista, na qual o professor é reprodutor dos conteúdos ensinados nos cursos de formação em Educação Física.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/i&fd.v1i1.796

Apontamentos

  • Não há apontamentos.