EMISSÕES DE GASES POLUENTES DA PRODUÇÃO SIMULTÂNEA DE BIODIESEL E HIDROGÊNIO

Ronney Arismel Mancebo Boloy, Gisele Maria Ribeiro Vieira, Jaqueline Maria Ribeiro Vieira, Jonni Guiller Ferreira Madeira, Marcus Val Springer

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo quantificar o impacto ambiental da produção simultânea de biodiesel e hidrogênio. Estudos sobre a utilização de biodiesel e hidrogênio têm se mostrado promissores no ponto de vista da eficiência energética, mas é preciso atingir um maior potencial comercial. Aspectos econômicos e ambientais são considerados limitantes para o desenvolvimento tecnológico destes biocombustíveis. Neste artigo, determinam-se as emissões de dióxido de carbono equivalente em cada etapa do processo produtivo: plantio, transporte, extração de óleo e produção de biodiesel e hidrogênio; seguindo o mecanismo de desenvolvimento limpo com biodiesel apresentado na convenção das nações unidas sobre mudança do clima (UNFCCC-2010). A etapa associada ao transporte foi a que apresentou menor emissão de dióxido de carbono equivalente, apenas 1% do valor total das emissões produzidas; já a etapa agrícola, produz 80% do valor total das emissões. O binômio biodiesel e hidrogênio representa uma inovação tecnológica, visto que do ponto de vista ambiental consegue-se uma redução das emissões do dióxido de carbono equivalente.


Palavras-chave


Emissões, Dióxido de carbono equivalente, Biodiesel, Hidrogeno.

Texto completo:

PDF

Referências


BARONTINI, F. et al. Pilot-scale biofuel production from sunflower crops in central Italy. Renewable Energy,vol. 83, issue C, P. 954-962, 2015.

BOLOY, R.A.M. Análise termoeconômica e ecológica da incorporação do processo de produção de hidrogênio em uma planta de produção de biodiesel. 2014. 133 f. Tese(Doutorado)–Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá, 2014.

BOLOY, R.A.M. et al. "Ecological impacts from syngas burning in internal combustion engine: Technical and economic aspects." Renewable and Sustainable Energy Reviews 15.9 (2011): 5194-5201.BRAGA, L. B. et al. Hydrogen production by biogas steam reforming: A technical, economic and ecological analysis. Renewable and Sustainable Energy Reviews, v. 28, n. 0, p. 166–173, 2013.

BURATTI, C.; MORETTI, E.; FANTOZZI, F. Assessing the GHG emissions of rapeseed and soybean biodiesel in compilance to the eurenawable energy directive methodology for biofuels.In 18th European Biomass Conference and Exhibition, Lyon, France, P. 2230-2235, 2010.

CARVALHO, P.T. Balanço de Emissões de Gases de Efeito Estufa de Biodiesel Produzido a Partir de Soja e Dendê no Brasil. 153f. Dissertação de Mestrado em Ciências em Planejamento Energético. UFRJ/COPPE, Rio de Janeiro, 2012.

CHAWLA, S.; GHOSH, K. Thermodynamic analysis of hydrogen production from biogas for phosphoric acid fuel cell. International Journal of Hydrogen Energy, v. 17, n. 6, p. 405–412, jun. 1992.

CHEN, H. et al. Macroalgae for biofuels production: Progress and perspectives. Renewable and Sustainable Energy Reviews, v. 47, p. 427–437, 2015.

CORONADO, C. R.; VILLELA, A. DE C.; SILVEIRA, J. L. Ecological efficiency in CHP: Biodiesel case. Applied Thermal Engineering, v. 30, n. 5, p. 458–463, 2010.

GAZZONI, D.L.; BORGES, J.L.; DE AVILA, M.T; FELICI, P.H. Balanço energético da cultura da canola para a produção de biodiesel. Espaço Energia. Vol II, 2009, p. 24-28.

KLEIN, C., NOVOA, R.S.A., OGLE, S., et al. N2O Emissions From Managed Soils, and CO2 Emissions From Lime and Urea Application. In: Eggleston, S., Buendia, L., Miwa, K., Ngara, T., Tanabe, K. (eds.), 2006 IPCC Guidelines for National Greenhouse Gas Inventories – Volume 4, Capítulo 11, Prepared by the National Greenhouse Gas Inventories Programme, IGES, Japão, 2006.

LASCO, R.D., OGLE, S., RAISON, J., et al. Cropland .In: Eggleston, S., Buendia, L., Miwa, K., Ngara, T., Tanabe, K. (eds.). IPCC Guidelines for National Greenhouse Gas Inventories – Volume 4, Capítulo 5, Prepared by the National Greenhouse Gas Inventories Programme, IGES, Japão, 2006.

ONCEL, S. S. et al. Biohydrogen production from model microalgae Chlamydomonasreinhardtii: A simulation of environmental conditions for outdoor experiments. International Journal of Hydrogen Energy, v. 40, n. 24, p. 7502–7510, 2015.

QUISPE, C. A. G.; CORONADO, C. J. R.; CARVALHO JR, J. A. Glycerol: Production, consumption, prices, characterization and new trends in combustion. Renewable and Sustainable Energy Reviews, v. 27, n. 0, p. 475–493, 2013.

SONG, M. et al. Marine brown algae: A conundrum answer for sustainable biofuels production. Renewable and Sustainable Energy Reviews, v. 50, p. 782–792, out. 2015.

UNFCCC (United Nations Framework Convention on Climate Change). Approved consolidated baseline and monitoring methodology ACM0017: Production of biodiesel for use as fuel. Version 2.0.0, 2010.

YIN, Y.; WANG, J. Biohydrogen production using waste activated sludge disintegrated by gamma irradiation. Applied Energy, v. 155, p. 434–439, out. 2010.




DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v0i0.2657

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Triângulo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

A Revista Triângulo é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto. 

Triangulo Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Triangulo es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.