Sequência didática para inserção da educação ambiental no ensino fundamental

Márcia Belo Soares, Rita de Cássia Frenedozo

Resumo


Este artigo teve como objetivo oferecer subsídios para trabalhar a Educação Ambiental de maneira crítica com alunos do Ensino Fundamental (anos iniciais). Através da ferramenta Sequência Didática (SD) trabalhou-se a inserção da temática ambiental visando à transformação de atitudes e conhecimentos acerca de práticas cotidianas que causam desequilíbrios ambientais. A pesquisa foi estruturada em 10 (dez) aulas e abordou temas ligados ao meio ambiente como: sustentabilidade, aumento populacional, recursos naturais e consumismo. Foram proporcionados momentos de ação e reflexão tornando a aprendizagem significativa. Os resultados apontaram que a proposta levou a formação do cidadão crítico capaz de refletir sobre suas responsabilidades e propor ações a serem desenvolvidas no coletivo e para o coletivo. Os alunos propuseram diversas ações visando transformar a sociedade e redefinir sua própria condição na natureza. A atividade promoveu o envolvimento de todos nas diferentes etapas propostas e possibilitou a reflexão quanto à viabilidade de trabalhar a Educação Ambiental de maneira critica no contexto educacional.

PALAVRAS-CHAVE: Educação Ambiental Crítica. Sequência Didática. Ensino Fundamental.


Palavras-chave


Educação Ambiental Crítica. Sequência Didática. Ensino Fundamental.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB. Lei número 9394 de 20 de dezembro de 1996.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Meio Ambiente. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília, MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação o do Desporto. Parâmetros Curriculares Nacionais: Temas transversais. Brasília: MEC/SEF, 2001.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. Pacto nacional pela alfabetização na idade certa: alfabetização em foco: projetos didáticos e sequências didáticas em diálogo com os diferentes componentes curriculares. Ano 03 - unidade 06. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. - Brasília: MEC, SEB, 2012a.

BRASIL. Secretaria de Educação Continua da Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Vamos cuidar do Brasil com escolas sustentáveis: educando-nos para pensar e agir em tempos de mudanças socioambientais globais. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão, Ministério do Meio Ambiente; elaboração de texto: Tereza Moreira. Brasília: MEC, SECADI, 2012b.

CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. Educação ambiental: a formação do sujeito ecológico. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

CUNHA, Beatriz Monteiro da. Os heróis e o consumo consciente. São Paulo, Evoluir, 2011.

DEMO, Pedro. Educação Científica. Revista Brasileira de Iniciação Científica. V. 1, n.1, Maio/2014.

DIAS, Genebaldo Freire. Educação ambiental: princípios e práticas. 7. ed., São Paulo: Gaia, 2010. p. 75-92.

GUIMARÃES, Mauro. A dimensão ambiental na educação. Campinas, SP: Papirus, 2015.

LOUREIRO, Carlos Frederico Bernardo. Educação ambiental e movimentos sociais na construção da cidadania ecológica e planetária. In: LOUREIRO, C. F. B.; LAYRARGUES, P. P; CASTRO, R. S. (Orgs.). Educação ambiental: repensando o espaço da cidadania. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2011.p. 73-103.

LOUREIRO, Carlos Frederico Bernardo. Problematizando conceitos: contribuição à práxis em educação ambiental. In: In: LOUREIRO, C. F. B.; LAYRARGUES, P. P; CASTRO, R. S. (Orgs.). Pensamento Complexo, Dialética e Educação Ambiental. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2011. cap.4, 104-161.

REIGOTA, Marcos. O que é educação ambiental. São Paulo: Brasiliense, 2015.

SAUVÉ, Lucie. Educação Ambiental e desenvolvimento sustentável: uma análise complexa. Revista Educação Pública, Cuiabá, MT, v. 6, n. 10, jul./dez. 1997. Disponível em:.

http://www.ufmt.br/revista/arquivo/rev10/educacao_ambiental_e_desenvolvim.html. Acesso em 25.abril.2017.

SAUVÉ, Lucie. Uma cartografia das correntes em educação ambiental. In: SATO, Michele, CARVALHO, Isabel C. Moura.(Orgs.). Educação Ambiental. Porto Alegre: Artmed, 2005, p.17-44.

ZABALA, Antoni. A prática pedagógica: como ensinar. Porto Alegre, Artmed, 2010.




DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v0i0.2660

Apontamentos



Direitos autorais 2018 Revista Triângulo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.