Formação continuada de professores em serviço: observações em instituições públicas de Uberaba - MG

Simone das Graças Leal, Helena de Ornellas Sivieri Pereira, Maria Célia Borges

Resumo


As propostas de formação continuada para os docentes têm sido uma preocupação tanto para o poder público, como para pesquisadores e teóricos da educação. O presente projeto tem como objetivo verificar a eficácia da formação continuada em serviço em termos de avanços conceituais na constituição da identidade e nas práticas dos professores da Educação Básica de escolas públicas de Uberaba – MG. A pesquisa é de natureza básica desenvolvida na abordagem qualitativa, onde utilizaremos a pesquisa de campo, cujos instrumentos serão a observação participante e entrevista semi estruturada. Os dados coletados serão analisados pela técnica análise de conteúdo. Esperamos levantar elementos que sirvam para subsidiar ações pontuais no processo de formação continuada em serviço da rede pública de ensino.


Palavras-chave


Formação Continuada em Serviço. Educação Básica. Identidade Docente.

Texto completo:

PDF

Referências


ALONSO, K. M.; Tecnologias da informação e comunicação e formação de professores: sobre rede e escolas. Educ. Soc. [online]. 2008, vol. 29, n.104, p. 747-768. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v29n104/a0629104.pdf, acessado em 20 de julho de 2017.

ALVARADO PRADA, Luis Eduardo. Formação Participativa de docentes em Serviço. Cabral Editora Universitária, 1997.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Edições 70- Almedina, 2011.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei número 9394, 20 de dezembro de 1996.

BRASIL, Secretaria de educação Fundamental, PCN: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: Introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1998 p.174

CARDOSO, Aliana A.; DEL PINO, Mauro A. B.; DORNELES, Caroline L. Os saberes profissionais dos professores na perspectiva de Tardif e Gauthier: contribuições para o campo de pesquisa sobre os saberes docentes no Brasil. IX AMPED SUL, 2012. Disponível em http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile/668/556. Acessado em junho 2015, acessado em maio de 2017.

CHARLOT, Bernard. O Professor na sociedade Contemporânea: Um Trabalhador da Contradição. FAEEBA - Salvador, v. 17, n.30, p. 17-31, jul./dez. 2008.

COSTA, Marisa Vorraber. Quando o pós-moderno invade a escola: um estudo sobre novos artefatos, identidades e práticas culturais. Projeto de pesquisa apoiado pelo CNPq. (2004-2007), 2004.

FLICK, Uwe. Introdução a Pesquisa Qualitativa, 3 ed. Tradução: Joice Elias Costa Porto Alegre: Artemed, 2009.

FONTANELLA, Bruno J. B.; LUCHESI, Bruna M.; SAIDEL, Maria G. B.; RICAS, Janete; TURATO, Egberto R.; MELO, Débora G. Amostragem em pesquisas qualitativas: proposta de procedimentos para constatar saturação teórica. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 27(2): 389-394, fev, 2011.

FONTANELLA, Bruno J. B.; RICAS, Janete; TURATO, Egberto R.; Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: Contribuições Teóricas. Cad Saúde Pública. Rio de Janeiro, janeiro 2008.

FREIRE, P. Educação como Prática de Liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

GATTI Bernadete. Formação continuada de professores: a questão psicossocial. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 119, p. 191-204, julho 2003.

LIMA, Maria Socorro Lucena. Memorial de formação. Fortaleza: UECE – Centro de Educação, 2001.

MARCONI, M.A LAKATOS, E.M. técnicas de pesquisa. 7 ed. São Paulo, Atlas, 2010.

MINAYO, MC. Souza. Teoria, Método e Criatividade. 21 Edição. Editora Vozes, 2002.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In (org) Saberes pedagógicos e atividade docente. 8ed. São Paulo: Cortez, 2012.

RODRIGUEZ, Vicente e SILVA, Domingos Pereira da. Formação continuada em serviço em contextos descentralizados. Cad. CEDES [online]. 2015, vol.35, n.97, pp.553-574. ISSN 0101-3262.

SAVIANI, Demerval. Educação e questões da atualidade, São Paulo, Cortez, 2003, p.75.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 17 ed. - Petrópolis, Rj: Vozes, 2014.




DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v0i0.2702

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Triângulo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

A Revista Triângulo é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto. 

Triangulo Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Triangulo es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.