ESTADO DO CONHECIMENTO: PRÁTICAS PEDAGÓGICAS, FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOCENTE DO PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Vania Maria de Oliveira Vieira, Marilene Ribeiro Resende, Valeska Guimarães Rezende da Cunha, Camilla de Oliveira Vieira

Resumo


Este estudo integra uma pesquisa maior que busca identificar e compreender as representações sociais dos professores iniciantes de três universidades do Triângulo Mineiro, sobre formação e desenvolvimento profissional docente na educação superior. De caráter bibliográfico e com o propósito de constituir-se em um estudo preliminar, esta pesquisa realizou um Estado do Conhecimento, compreendido como uma metodologia que permite mapear produções científicas relativas a um determinado tema. Tomou como objetivo geral verificar o que já foi produzido e pesquisado sobre a temática “formação e desenvolvimento profissional docente na educação superior”, para, assim, subsidiar teoricamente os estudos da pesquisa maior. Para a realização do estudo, utilizaram-se como fonte de pesquisa artigos científicos publicados na plataforma Scielo, no período de agosto a outubro de 2017, a partir dos termos indutores:  a) Desenvolvimento Profissional Docente do Professor da Educação Superior; b) A Formação Continuada de Professores no Ensino Superior; e c) Práticas Pedagógicas na Educação Superior. Desta busca, encontraram-se 55 artigos, dos quais, após leitura dos respectivos resumos, foram selecionados 25. A análise dos dados contou com o auxílio do software Eramutq, para uma compressão maior dos resultados das pesquisas.  Esses resultados evidenciam um consenso de que, para a maioria das pesquisas, as dificuldades ou fragilidades formativas dos professores dizem respeito à compreensão e desenvolvimento das práticas pedagógicas no Ensino Superior.

 


Palavras-chave


Estudo do conhecimento; Formação e desenvolvimento profissional docente; Práticas Pedagógicas; Ensino Superior.

Texto completo:

PDF

Referências


CASTANHO, Maria Eugênia. Professores de Ensino Superior da área da Saúde e sua prática pedagógica. Interface (Botucatu), Botucatu, v. 6, n. 10, p. 51-61, Feb. 2002.

COSTA, Nilce Maria da Silva Campos. Pedagogical training of medicine professors. Rev. Latino-Am. Enfermagem, Ribeirão Preto , v. 18, n. 1, p. 102-108, Feb. 2010 .

DAMIANCE, Patrícia Ribeiro Mattar et al . Formação para o sus: uma análise sobre as concepções e práticas pedagógicas em saúde coletiva. Trab. educ. saúde, Rio de Janeiro , v. 14, n. 3, p. 699-721, Dec. 2016 .

DELGADO, Carolina Barrientos, GÁMEZ, Antonio Navío. Formador de la educación superior técnico profesional: Percepciones sobre su trabajo docente.

Estudios Pedagógicos XLI, N° 1: 45-61, 2015.

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, São Paulo, ano 23, n. 79, p. 257-272, ago. 2002.

FREIRE, Leila Inês Follmann; FERNANDEZ, Carmen. O professor universitário novato: tensões, dilemas e aprendizados no início da carreira docente. Ciênc. Educ., Bauru, v. 21, n. 1, p. 255-272, 2015.

GAZZINELLI, Maria Flavia et al . Educational Group Practices in Primary Care: Interaction Between Professionals, Users and Knowledge. Rev. esc. enferm. USP, São Paulo , v. 49, n. 2, p. 0284-0291, Apr. 2015.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. Ed. São Paulo: Atlas, 2010.

HENRIQUE, Daniel Christian; CUNHA, Sieglinde Kindl da. Práticas didático-pedagógicas no ensino de empreendedorismo em cursos de graduação e pós-graduação nacionais e internacionais. RAM, Rev. Adm. Mackenzie, São Paulo , v. 9, n. 5, p. 112-136, 2008.

LIMA, Emília Freitas de. Análise de necessidades formativas de docentes ingressantes numa universidade pública. Rev. Bras. Estud. Pedagog., Brasília, v. 96, n. 243, p. 343-358, Aug. 2015.

LIMA, Valéria Vernaschi. Espiral construtivista: uma metodologia ativa de ensino-aprendizagem. Interface (Botucatu), Botucatu , v. 21, n. 61, p. 421-434, June 2017 .

MAGALHÃES, Lígia Karam Corrêa de; AZEVEDO, Leny Cristina Soares Souza. Formação continuada e suas implicações: entre a lei e o trabalho docente. Cad. Cedes, Campinas, v. 35, n. 95, p. 15-36, jan.-abr., 2015.

MARCON, Daniel; GRACA, Amândio Braga dos Santos; NASCIMENTO, Juarez Vieira do. Critérios para a implementação de práticas pedagógicas na formação inicial em educação física e implicações no conhecimento pedagógico do conteúdo dos futuros professores. Rev. bras. educ. fís. esporte (Impr.), São Paulo , v. 25, n. 3, p. 497-511, Sept. 2011.

MARCON, Daniel; GRACA, Amândio Braga dos Santos; NASCIMENTO, Juarez Vieira do. O conhecimento do contexto na formação inicial em Educação Física. Rev. bras. educ. fís. esporte, São Paulo , v. 27, n. 4, p. 633-645, Dec. 2013.

MIGUÉIS, A; et al. A. A importância das palavras-chave dos artigos científicos da área das Ciências Farmacêuticas, depositados no Estudo Geral: estudo comparativo com os termos atribuídos na MEDLINE. InCID: R. Ci. Inf. e Doc., Ribeirão Preto, v. 4, n. 2, Ed. esp., p. 112-125, jul./dez. 2013.

MORGADO, José Carlos. Avaliação e qualidade do desenvolvimento profissional docente: que relação? Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 19, n. 2, p. 345-361, jul. 2014;

MOROSINIA, M. C; FERNANDES, C. M. B. Estado do Conhecimento: conceitos, finalidades e interlocuções. Educação Por Escrito, Porto Alegre, v. 5, n. 2, p. 154-164, jul.-dez. 2014.

PASQUALLI, Roberta; CARVALHO, Marie Jane Soares. Os saberes docentes nos cursos de licenciatura a distância em ciências naturais e matemática nos institutos federais do Brasil. Ciênc. Educ., Bauru, v. 22, n. 2, p. 523-540, 2016.

PATRICIO, Zuleica Maria et al . Sistematização de estratégias de ensinar-aprender pesquisa na graduação. Interface (Botucatu), Botucatu , v. 15, n. 39, p. 1159-1172, Dec. 2011.

PEDROSO, Maísa Beltrame; CUNHA, Maria Isabel da. Vivendo a inovação: as experiências no curso de nutrição. Interface (Botucatu), Botucatu , v. 12, n. 24, p. 141-152, Mar. 2008.

PEREIRA, Daniervelin Renata Marques; CESAR, Danilo Rodrigues. Inovação e abertura no discurso das práticas pedagógicas. Avaliação (Campinas), Sorocaba , v. 21, n. 2, p. 619-636, July 2016

PEREIRA, Wilza Rocha; TAVARES, Cláudia Mara Melo. Práticas pedagógicas no ensino de enfermagem: um estudo na perspectiva da análise institucional. Rev Esc Enferm USP 2010. Disponível em: www.ee.usp.br/reeusp/. Acesso em: 23/abr/2018.

PRADO, Marta Lenise do et al . Arco de Charles Maguerez: refletindo estratégias de metodologia ativa na formação de profissionais de saúde. Esc. Anna Nery, Rio de Janeiro , v. 16, n. 1, p. 172-177, Mar. 2012 .

PRETTO, Nelson De Luca; RICCIO, Nicia Cristina Rocha. A formação continuada de professores universitários e as tecnologias digitais. Educar, Editora UFPR. Curitiba, n. 37, p. 153-169, maio/ago. 2010.

PRYJMA, Marielda Ferreira; OLIVEIRA. Oséias Santos de. O desenvolvimento profissional dos professores da educação superior: reflexões sobre a aprendizagem para a docência. Revista Educ. Soc.

SEBOLD, L.F; CARRARO; T.E. A prática pedagógica para o docente em enfermagem: uma revisão integrativa da literatura. Revista Enferméria Global. Vol. 10, Núm. 2. 2011.

STANO, Rita de Cássia M. T.. O caminho de um grupo de formação continuada docente: do compartilhamento de práticas docentes para uma pedagogia da e para a autonomia. Educ. rev., Curitiba, n. 57, p. 275-290, Sept. 2015.

VINCENZI, Ariana De. co). Concepciones de enseñanza y su relación con las prácticas docentes: un estudio con profesores universitarios. Educación y Educadores, vol. 12, núm. 2, agosto, 2009, pp. 87-101.

VOSGERAU, Dilmeire Sant'Anna Ramos; ORLANDO, Evelyn de Almeida; MEYER, Patricia. Produtivismo acadêmico e suas repercussões no desenvolvimento profissional de professores universitários. Educ. Soc., Campinas , v. 38, n. 138, p. 231-247, Jan. 2017.

Ratinaud, P. IRAMUTEQ: Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires [Computer software]. Retrieved from http://www.iramuteq.org. 2009.

CAMARGO, Brigido Vizeu; JUSTO, Ana Maria. IRAMUTEQ: um software gratuito para análises de dados textuais. Temas psicol, Ribeirão Preto , v. 21, n. 2, p. 513-518, dez. 2013.




DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v0i0.2994

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Triângulo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

A Revista Triângulo é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto. 

Triangulo Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Triangulo es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.