A argumentação no ensino de ciências: um delineamento das produções acadêmicas brasileiras no período de 2010 a 2018

Agnaldo Ronie Pezarini, Maria Delourdes Maciel

Resumo


O presente artigo tem por objetivo realizar um mapeamento da produção acadêmica brasileira sobre a argumentação no ensino de Ciências. Para tanto, um estado da arte foi construído a partir de um levantamento bibliográfico onde foram investigados trabalhos apresentados nos Encontros Nacionais de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPECs), nos periódicos nacionais das áreas de Educação e Educação em Ciências e no Banco Digital de Teses e Dissertações (BDTD), publicados e/ou realizados no período de 2010 a 2018. Os trabalhos foram analisados em diversos aspectos em busca de suas especificidades. Como resultado encontramos a temática Argumentação no Ensino de Ciências e suas produções acadêmicas sendo produzidas praticamente em todo o país, o foco temático tem ênfase em estratégias promotoras da argumentação científica e sociocientífica, o Padrão de Toulmin é o elemento de construção e ou ferramenta analítica da argumentação mais utilizado mesmo havendo outros teóricos das ações argumentativas e que o viés de práticas investigativas contribuem positivamente para a construção da argumentação

Palavras-chave


Argumentação; Ensino de Ciências; Mapeamento da Argumentação: Toulmin

Texto completo:

PDF

Referências


DE QUADROS MARQUES, G.; DA CUNHA, M. B. A argumentação escrita de estudantes do ensino médio de uma escola de Toledo/PR sobre fenômenos químicos. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 10, 2015, Águas de Lindóia/SP. ISBN 978 85 99 681 02-2

FERRAZ, A. T.; SASSERON, L. H. PROPÓSITOS EPISTÊMICOS PARA A PROMOÇÃO DA ARGUMENTAÇÃO EM AULAS INVESTIGATIVAS. Investigações em Ensino de Ciências, v. 22, n. 1, 2017.

FERREIRA, J. Q.; DE ABREU FERREIRA, L. N.; QUEIROZ, S. L. Argumentação na formação inicial de professores de química. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 10, 2015, Águas de Lindóia/SP ISBN 978 85 99 681 02-2

FERREIRA, N. S. de A. As pesquisas denominadas ‘estado da arte’. Educação & Sociedade, ano 23, p. 257-272, ago. 2002.

FIORENTINI, D. Memória e análise da pesquisa acadêmica em Educação Matemática no Brasil: o banco de teses do CEMPEM/FE-Unicamp. Zetetiké, v 1, n.1, p.55-76, mar. 1993.

FREIRE, C.C.; MOTOKANE, M. T. O uso do raciocínio hipotético dedutivo para promover a argumentação na formação continuada de professores de biologia. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 9, 2013, Águas de Lindóia/SP, ISBN 978 85 99681 03 9

KUHN, D. Science Argumentation: implications for teaching and learning scientific thinking. Science Education, v. 7, n. 3, p. 319-337, 1993.

MOTOKANE, M. T. Sequência didáticas investigativas e argumentação no ensino de ecologia. Ensaio. v. 17, n. especial, p. 115-137. 2015

OLIVEIRA, Jane Raquel Silva de et al. Escrita científica de alunos de graduação em química: análise de relatórios de laboratório. Química Nova, v. 33, n. 9, p. 1980-1986, 2010.

OLIVEIRA, T. L. S. Influência dos Propósitos Epistêmicos e das Ações Típicas do professor na promoção da argumentação em aula investigativa de Ciências. 2016. 83 f. Dissertação de Mestrado – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.

QUEIROZ, S.; SOUZA, N. Argumentação colaborativa no ensino de química: uso do quadro analítico rainbow na avaliação do aprofundamento e da extensão. Enseñanza de las ciencias, n. Extra, p. 02871-2877, 2013.

SA, L. P.; QUEIROZ, S. L. Argumentação no ensino de ciências: contexto brasileiro. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências (Belo Horizonte), Belo Horizonte, v. 13, n. 2, p. 13-30, Aug. 2011.

SÁ, Luciana Passos; KASSEBOEHMER, Ana Claudia; QUEIROZ, Salete Linhares. Esquema de argumento de Toulmin como instrumento de ensino: explorando possibilidades. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências, v. 16, n. 3, p. 147-170, 2014.

SOUTO, APS; SILVA, D. O.; MUNFORD, D. Argumentação no ensino de conceitos da biologia: práticas de um professor de ciências em salas de aula da EJA. ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, v. 8, 2011.

VALLE, M. G.; MOTOKANE, M. T. Processo argumentativo em aulas de ecologia. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 9, 2013, Águas de Lindóia/SP, ISBN 978 85 99681 03 9

VIEIRA, R. D.; DE MELO, V. F.; DA ROCHA BERNARDO, J.R. Os Procedimentos Discursivos Didáticos como saberes experienciais exemplares de um formador de professores de física. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 31, n. 2, p. 289-305, 2014.




DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v0i0.3078

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Triângulo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.