MEDIAÇÃO E FORMAÇÃO CIDADÃ NA UNIVERSIDADE

Thereza Carolina Gonçalves Vieira, Maria Alzira de Almeida Pimenta

Resumo


Sabendo-se que a educação do homem é um processo complexo que se constrói ao longo de toda uma vida e não somente nos anos iniciais da escola, o presente trabalho desenvolve uma reflexão sobre a educabilidade humana e sua relação com a mediação realizada pelo professor. Destacando a dimensão ética, valores como a cidadania e a forma de tratá-los com o jovem universitário, considera que ele já é cidadão antes mesmo de exercer este papel. Dessa perspectiva, surge o questionamento: como tratar de ética, moral, princípios (ou regras básicas de comportamento) e valores como honestidade, bondade, virtude com jovens universitários de forma a promover mudança de comportamento e atitude orientando-os para alcançarem a aprendizagem significativa? Como promover o aprimoramento das faculdades intelectuais, físicas e morais do indivíduo que, através da aprendizagem consegue transformar-se em cidadão pensante e atuante? Para minimizar os comportamentos antissociais é preciso associar aprendizagem e educação em valores. Para tanto, faz-se necessário rever como a ética é abordada na formação dos estudantes.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v5i2.336

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



A Revista Triângulo é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto. 

Triangulo Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Triangulo es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.