Implantação do Pronatec em uma escola técnica vinculada a uma Universidade Federal: nascimento, maturidade e declínio

Núbia Nogueira de Freitas Vogado, Elisa Antonia Ribeiro

Resumo


O presente artigo trata do processo de implantação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) aprofundado sob a perspectiva de uma escola técnica vinculada a uma universidade federal dentre tantas instituições ofertantes. A metodologia empregada foi a revisão da literatura com base em autores que vem discutindo essa temática e complementada com a pesquisa documental realizada por meio da análise de documentos institucionais: Relatórios de Gestão e Editais de Seleção de Profissionais para o programa no portal da instituição publicados durante os anos de 2012 a 2016. Acender à discussão sobre o processo de condução e de avaliação dos resultados desse programa no contexto empírico de uma escola técnica vinculada a uma universidade federal está relacionado com as reflexões da criação do PRONATEC como política de governo, que mantem estreito vínculo ideológico com as coordenadas dos organismos intencionais que passam a ditar as orientações educacionais aos países em desenvolvimento nos últimos 30 anos. Evidencia-se que não houve uma preocupação com as mudanças estruturais necessárias na sociedade para amenizar as desigualdades sociais, sim uma política de proporcionar formações rápidas e privilegiando as instituições privadas. Os resultados obtidos poderão servir para futura pesquisa mais completa.


Palavras-chave


Políticas Públicas. Educação Profissional. Pronatec. Estudo de Caso.

Texto completo:

PDF

Referências


BRANDÃO, Marisa. Educação profissional e ensino superior: do governo FHC ao governo Lula. Cadernos CEMARX: Centro de Estudos Marxistas, Campinas, n. 6, p. 189-204, 2009.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2018.

________. Lei nº 12.513 de 26 de outubro de 2011: institui o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec); [...]; e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 21 jul. 2018.

________. Programa de rádio: Café com o Presidente. 2011. Entrevista concedida à Rádio

Nacional em 9 de maio de 2011. Disponível em: < http://www.brasil.gov.br/editoria/educacao-e-ciencia/2011/02/cafe-com-a-presidenta-governo-cria-incentivos-para-formacao-tecnica-de-jovens-e-trabalhadores>. Acesso em: 21 jul. 2018.

________. Portaria nº 817 de 13 de agosto de 2015: dispõe sobre a oferta da Bolsa-Formação no âmbito de Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Pronatec, de que trata a Lei 12.513, de 26 de outubro de 2011, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 21 jul. 2018.

CASTRO, MadAna Desirée Ribeiro de Castro; BARBOSA, Sebastião Cláudio. Política e gestão da educação profissional e tecnológica: a construção de uma nova institucionalidade para a Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica em tempos da acumulação flexível. XXI Simpósio Brasileiro de Política e Administração da Educação, Recife, 2013. Disponível em: . Acesso em: 20 jul. 2018.

LIMA, Marcelo. Problemas da Educação Profissional do Governo Dilma: Pronatec, PNE e DCNEMs. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v.21, n.2, p.73-91, mai./ago. 2012.

PNP. Plataforma Nilo Peçanha 2018: Ano Base 2017. Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, 2018. Disponível em . Acesso em 30 jul. 2018.

REIS, Cinval Filho dos. Educação profissional em debate: da crise financeira mundial de 2008 ao arranjo institucional do Pronatec. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.

UFTM. Relatório de Gestão do Exercício de 2012, 2013. Disponível em . Acesso em 24 jul. 2018.

________. Relatório de Gestão do Exercício de 2013, 2014. Disponível em . Acesso em 25 jul. 2018.

________. Relatório de Gestão do Exercício de 2014, 2015. Disponível em . Acesso em 26 jul. 2018.

________. Relatório de Gestão do Exercício de 2015, 2016. Disponível em . Acesso em 27 jul. 2018.

________. Relatório de Gestão do Exercício de 2016, 2017. Disponível em . Acesso em 28 jul. 2018.




DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v0i0.3414

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Triângulo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

A Revista Triângulo é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto. 

Triangulo Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Triangulo es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.