RELAÇÃO PROFISSIONAL-USUÁRIO NA SAÚDE PÚBLICA BRASILEIRA: ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES PARA A REFLEXÃO DA PRÁTICA COTIDIANA

Daniela Tavares Gontijo

Resumo


A implementação do Sistema Único de Saúde (SUS) tem sido alvo de
inúmeras discussões no âmbito científico e social. A relação profissional-usuário neste
contexto tem sido identificada como um dos fatores determinantes para a consolidação
da assistência integral à saúde, que implica na adoção de práticas que endereçam o
cuidado como campo privilegiado de atuação profissional. Neste texto, construído a partir
de uma revisão bibliográfica, objetivamos refletir sobre a relação que se estabelece entre
o profissional de saúde e o usuário no contexto da saúde pública brasileira. Para isso,
buscamos estabelecer um paralelo dessas relações no modelo biomédico e no contexto
da assistência integral à saúde, discutindo-as com base nas concepções dos paradigmas
da simplificação e da complexidade. Esperamos que nossas reflexões contribuam para o
processo de construção do conhecimento acerca do modelo assistencial preconizado
pelo SUS, bem como forneça subsídios para que os profissionais analisem, de forma
crítica, suas práticas cotidianas.

Palavras–chave: Profissional da saúde. Sistema Único de Saúde.



Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v1i1.45

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



A Revista Triângulo é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto. 

Triangulo Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Triangulo es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.