ESTUDO DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA: REPERCUSSÕES QUANTO A ADESÃO AO TRATAMENTO

Thiago Rodrigues Pinto de Oliveira, Rejane Maria Dias de Abreu Gonçalves

Resumo


A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS), quando não tratada, constitui um dos
principais fatores de risco para o aparecimento de doenças cardiovasculares (doença
cerebrovascular, doença arterial coronariana, insuficiência cardíaca, insuficiência renal
crônica e doença vascular de extremidade). O estudo tem os seguintes objetivos: identificar,
na literatura, os fatores de risco sócio-econômicos e epidemiológicos que interferem no
desenvolvimento da doença, os índices de adesão e os métodos (diretos e indiretos) que
avaliam a aderência à prescrição médica; descrever o impacto na não adesão ao tratamento
e fatores (relacionados ao paciente, à terapêutica e ao sistema de saúde) que influenciam
na adesão. As bases acessadas foram LILACS, BDENF, SCIELO, Portal da CAPES e a V
Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial (2006). A busca sistematizada foi realizada por
meio dos Descritores em Ciências da Saúde (DECS) “Hipertensão Arterial Sistêmica”;
adesão ao tratamento” e “fatores de risco”, recuperando, apenas, os artigos publicados em
periódicos disponíveis nessas bases de dados, entre os anos de 1998 a 2008. Foram
encontrados 98 artigos, sendo selecionados 11 que atendiam aos critérios definidos no
enfoque do estudo da hipertensão arterial e a adesão ao tratamento. A análise das
publicações demonstrou que a HAS é uma doença que tem tratamento eficaz, no entanto,
continua a gerar altas taxas de morbimortalidade pela falta de adesão e/ou tratamento
inadequado. O hipertenso necessita de um tratamento correto, condizente com sua situação
social, econômica e cultural, bem como o acesso à medicação associada ao seu estilo de
vida para atingir o nível pressórico adequado. É uma doença que precisa ser compreendida
pela família, pelo paciente e pela equipe de saúde para melhor controle da pressão arterial e
prevenção das complicações.

Palavras-chave: Hipertensão Arterial Sistêmica. Adesão ao tratamento. Fatores de risco



Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v1i1.50

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



A Revista Triângulo é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto. 

Triangulo Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Triangulo es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.