EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO: IMPASSES E DESAFIOS PARA UMA EDUCAÇÃO EMANCIPATÓRIA

Marta Regina Farinelli, Rosane Aparecida de Sousa Martins

Resumo


O presente trabalho apresenta reflexões sobre a educação para o  trabalho.
Retrata os resultados parciais obtidos da investigação realizada nas Indústrias de calçados
de Franca – São Paulo. Os estudos direcionaram-se à pesquisa bibliográfica sobre o mundo
do trabalho relacionando-o com a educação do trabalhador, objetivando apreender como as
relações de produção educam o trabalhador para o trabalho, com destaque a influência dos
valores e interesses da classe dominante nesse processo. Para maior compreensão da
temática foi necessário resgatar a forma como a relação trabalho e o processo educativo foi
sendo gestada, inserindo Franca nesse contexto. Os resultados da investigação foram
relevantes para a compreensão da trajetória do trabalhador e as formas como a educação
foi sendo dimensionada no contexto empresarial. Certamente, o estudo indica caminhos aos
educadores que atuam na área organizacional, que deparam com novos desafios em sua
jornada profissional e que se encontram preocupados em contribuir com trabalhadores,
atores políticos e sujeitos principais no processo de construção da sociedade. 
 
Palavra- chaves: Trabalho. Educação. Trabalhadores. Desenvolvimento Humano.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v2i02.58

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais