Uma ponte entre o rock e a literatura

Angie Miranda Antunes, Fernando Fábio Fiorese Furtado

Resumo


 A experiência da guerra que tanto nos empobrece (Walter Benjamin, 1994), quando a relatada por Ernest Hemingway em For whom the bell tolls (1940) nos coloca em imanência. O norte-americano que está na Espanha a ponto de destruir uma ponte, acaba por fazer ligações profundas consigo e com o “outro”. O título do romance, retirado do sermão/poema do poeta inglês John Donne, diz que nenhum um homem está só, e que morremos um pouco cada vez que o sino anuncia uma morte. A mensagem de ambos os textos clama para deslocarmos do lugar mais difícil: de nós mesmos. Repetida por diversas vezes ao longo do século passado, interessa-nos especialmente a versão de Raul Seixas, quando o cantor brasileiro disserta também a partir da presença da morte na música e álbum homônimos: Por quem os sinos dobram (1979), clamando por “ciência” e “coragem” em nossos atos. Com auxílio de A troca simbólica e a morte, de Jean Baudrillard (1996) e “A obra de arte na era da reprodutibilidade técnica” (1994), de Walter Benjamin pensamos nesse “eu” que clama por viver, mas está sempre à espreita da morte.

 

Palavras-chave: Literatura; Morte; Cultura rock. 


Texto completo:

PDF

Referências


BENJAMIN, Walter. “Experiência e pobreza” In: Magia e técnica, arte e política. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. 7. ed. São Paulo : Brasiliense, 1994, p.114-119.

BAUDRILLARD , Jean. A troca simbólica e a morte. trad.: Maria Stela Gonçalves e Adail Ubirajara Sobral. São Paulo: Edições Loyola, 1996.

HOUAISS, dicionário eletrônico. Versão 3.0. Objetiva, 2009.

HEMINGWAY, Ernest. Por quem os sinos dobram. Trad.: Monteiro Lobato. São Paulo: Nacional, 1980.

PARK, Robert E.. “The city. Suggestions for the invertigation of human behaviour”. (1915) In: The subcultures reader. London/New York: Routledge, 1997. p. 16-27.

PAZ, Octavio. O arco e a lira. Trad.: Olga Savary. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1992.

ORTIZ, Renato. Mundialização da Cultura. São Paulo: Braziliense, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN: 1983-3873