A monetizável masculinidade do prostituto

Dorinaldo dos Santos Nascimento

Resumo


O propósito deste trabalho é analisar como se dá a construção e quais as implicações da mas(CU)linidade monetizável empreendida pelo anônimo garoto de programa, protagonista do conto “Paraíba”, presente no livro Os solteirões (1975), de Gasparino Damata. Para efetivá-lo, ancoramo-nos em referencial teórico-crítico pela aproximação entre estudos literários e culturais (questões de gênero e sexualidades). 

Palavras-chave


Estudos Literários; Literatura Brasileira.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE JÚNIOR, Durval M. de. Nordestino – uma invenção do falo: uma história do gênero masculino. Maceió: Catavento, 2003.

BOSI, Alfredo. Situação e formas do conto brasileiro contemporâneo. In: BOSI, Alfredo. O conto brasileiro contemporâneo. 16. ed. São Paulo: Cultrix, 2015. p. 7-22.

BADINTER, Elisabeth. XY: sobre a identidade masculina. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993.

BARRETO, Victor Hugo de Souza. “Vamos fazer uma sacanagem gostosa”: Uma etnografia da prostituição masculina carioca. Niterói-RJ: EDUFF, 2017.

BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina. Trad. Maria H. Kuhner. 4. ed. Rio de Janeiro: Best bolso, 2014.

CANDIDO, Antonio. A nova narrativa. In: A educação pela noite e outros ensaios. São Paulo: Ática, 1987. p. 199-215.

CECCARELLI, Paulo Roberto. Prostituição – corpo como mercadoria. Mente & cérebro – Sexo, v. 4, ed. especial, p. 1-14, dez. 2008. Disponível em: https://docplayer.com.br/8223398-Prostituicao-corpo-como-mercadoria-in-mente-cerebro-sexo-v-4-edicao-especial-dez-2008.html. Acesso em: 13 abr. 2016.

CONNELL, Robert William. La organización social de la masculinidade. Isis Internacional – Ediciones de las mujeres, nº. 24, Santiago, Chile, p. 31-48, jun. 1997. Disponível em: http://www.sidocfeminista.org/images/books/01079/01079_00.pdf. Acesso em: 14 abr. 2018.

CONNELL, Robert William, MESSERSCHMIDT, James W. Masculinidade hegemônica: repensando o conceito. Estudos feministas, Florianópolis, SC, vol. 21, n. 1, p. 241-282, jan./abr. 2013. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/ref/article/view/S0104-026X2013000100014/24650. Acesso em: 19 out. 2017.

DAMATA, Gasparino. Paraíba. In: Os solteirões. Rio de Janeiro: Pallas, 1975, p. 7-12.

DAMATTA, Roberto. Tem pente aí? Reflexões sobre a identidade masculina. In: CALDAS, Dario (org.). Homens. São Paulo: Senac, 1997. p. 31-50.

FRIEDMAN, Norman. Trad. Fábio Fonseca de Melo. O ponto de vista na ficção – o desenvolvimento de um conceito crítico. Revista USP, São Paulo, SP, n. 53, p. 166-182, mar./mai. 2002. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i53p166-182. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/33195. Acesso em: 5 jun. 2018.

FRY, Peter. Da hierarquia à igualdade: a construção histórica da homossexualidade no Brasil. In: FRY, Peter. Para inglês ver: identidade e política na cultura brasileira. Rio de Janeiro: Zahar, 1982, p. 87-115.

GUATTARRI, Félix; ROLNIK, Sueli. Micropolítica: cartografias do desejo. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.

KIMMEL, Michael Scott. Masculinity as homophobia: Fear, Shame, and Silence in the Construction of Gender Identity. 2003. Disponível em: http://sites.middlebury.edu/soan191/files/2013/08/KimmelMasculinityasHomophobia.pdf. Acesso em: 12 mar. De 2018.

MISSE, Michel. O estigma do passivo sexual: um símbolo de estigma no discurso cotidiano. 3. ed. Rio de Janeiro: Booklink: NECVU/ IFCS-UFRJ, Le Metro, 2007.

MÜLLER, Angélica. Não se nasce viril, torna-se: juventude e virilidade “nos anos 1968”. In: DEL PRIORE, Mary; AMANTINO, Marcia. (orgs.). História dos homens no Brasil. São Paulo: UNESP, 2013. p. 299-233.

NOLASCO, Sócrates. O mito da masculinidade. Rio de Janeiro: Rocco, 1993.

NOLASCO, Sócrates. A desconstrução do masculino: uma contribuição crítica à análise de gênero. In: NOLASCO, Sócrates (org.). A desconstrução do masculino. Rio de Janeiro: Rocco, 1995. p. 15-29.

PERLONGHER, Néstor Osvaldo. O negócio do michê: prostituição viril em São Paulo. 2. ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 1987.

POCAHY, F. A. Entre Vapores e Dublagens: Dissidências homo/eróticas nas tramas do envelhecimento. 167f. Tese (Doutorado em Educação), Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-Graduação em Educação, Porto Alegre, RS, 2011.

REUTER, Yves. A análise da narrativa: o texto, a ficção e a narração. Trad. Mario Pontes. Rio de Janeiro: DIFEL, 2002.

ROSA, Alexandre Juliete et al. Cinemas pornôs na cidade de São Paulo. Ponto Urbe - Revista do Núcleo de Antropologia Urbana da USP, São Paulo, SP, ano 2, v, 3., p. 1-10, jul. 2008. Disponível em: https://journals.openedition.org/pontourbe/1785. Acesso em: 6 jun. 2018.

SANTOS, Daniel Kerry dos. Homens no mercado do sexo: fluxos, territórios e subjetivações. 372 f. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Psicologia, UFSC, Florianópolis, 2016.

SILVA, Aguinaldo. Uma proposta literária. In: DAMATA, Gasparino. Os solteirões. Rio de Janeiro: Pallas, 1975. s/n.




DOI: https://doi.org/10.18554/rs.v8i2.3987

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN: 1983-3873