SEXUALIDADE E CONTRACEPÇÃO ENTRE ADOLESCENTES DO ENSINO FUNDAMENTAL

Rodrigo Eurípedes da Silveira, Maritza Rodrigues Borges, Álvaro da Silva Santos, Elvira Maria Ventura Filipe

Resumo


uma escola pública municipal de Uberaba/MG, que tem como objetivo identificar padrões de práticasexual e de uso de métodos anticoncepcionais (MAC) em adolescentes. A maioria (52,9%) dosjovens eram homens, com idade média de 14,6±1,3 anos e 50,3% tinham renda familiar entre 1 e 3salários mínimos. 72% dos homens e 60,7% das meninas já tiveram relações sexuais e 89% destespossuíam vida sexual ativa. 38,9% utiliza MAC em todas as relações, sendo o preservativomasculino o mais utilizado. Os amigos são a principal fonte de informações e o homem é apontadocomo o responsável pela utilização de MAC. Tais resultados refletem a necessidade de ações deeducação em saúde direcionada a adolescentes, com metodologias mais inclusivas e lúdicas,estimulando a reflexão crítica acerca de fatores de vulnerabilidade relacionados ao comportamentosexual de risco a que estão submetidos.

Palavras-chave


Adolescente; Comportamento sexual; Anticoncepção.

Referências





DOI: https://doi.org/10.18554/refacs.v3i3.1240

Apontamentos

  • Não há apontamentos.