PESSOAS QUE CONVIVEM COM FERIDAS: UMA REFLEXÃO TEÓRICA

Suzel Regina Ribeiro Chavaglia, Rosali Isabel Barduchi Ohl, Divanice Contim, Mônica Antar Gamba

Resumo


Estudos referentes às questões que envolvem a vivência da pessoa com feridas podem fornecer aos profissionais de saúde subsídios teóricos para o desenvolvimento da assistência de enfermagem com qualidade. Assim, este artigo tem como objetivo refletir sobre o desenvolvimento da temática bem-estar de pessoas que convivem com feridas a partir do Consenso Internacional sobre Feridas e Bem-Estar. Esta reflexão foi estruturada a partir dos questionamentos: Como é viver com ferida? Quais dimensões do ser humano são afetadas?Existem diretrizes que podem facilitar o melhor entendimento dessas situações? Como a família pode contribuir para amenizar o sofrimento das pessoas com lesão crônica de pele? Nesse sentido, a família é vista como elemento fundamental na relação do cuidado para o alcance do bem-estar. Compreende-se que o cuidado não é determinado somente por um momento de dedicação e
atenção, mas sim, uma atitude que engloba o saber profissional e o saber familiar.
Descritores: Ferimentos e Lesões; Cuidados de Enfermagem; Apoio Social; Pessoas.

Studies concerning matters that involve the experience of the person injured can provide theoretical support health professionals for the development of nursing care quality. Thus, this article aims to reflect on the development of thematic wellbeing of people living with wounds
from the International Consensus on wounds and wellness. This reflection was structured basedon questions: How is life with wound? What are the dimensions of the human being are affected? There are guidelines that can facilitate better understanding of these situations? How the family
can help to alleviate the suffering of people with chronic skin lesion? In this sense, the family isseen as a key element in the care relation to the achievement of well-being. If understand that the care is not determined only by a moment of love and attention, but rather, an attitude that
encompasses professional knowledge and family know.
Descriptors: Wounds and Injuries; Nursing Care; Social Support; Persons.

Los estudios relativos a cuestiones que involucran la experiencia de la persona lesionada pueden proporcionar a los profesionales de la salud apoyo teórico para el desarrollo del cuidado de enfermería con calidad. Por lo tanto, este artículo tiene como objetivo reflexionar sobre el desarrollo del temático bienestar de las personas con heridas del Consenso Internacional sobre Heridas y Bienestar. Esta reflexión se estructura a partir de las preguntas: Cómo es la vida con la herida? Lo que se ven afectadas las dimensiones del ser humano? Hay directrices que pueden
facilitar una mejor comprensión de estas situaciones? Cómo la familia puede ayudar a aliviar el sufrimiento de las personas con lesión crónica de la piel? En este sentido, la familia es vista como un elemento clave en la atención y consecución del bienestar. Se entende que la atención no se
determina sólo por un momento de amor y atención, sino más bien, una actitud que abarca el conocimiento del profesional y de la familia.
Descriptores: Heridas y Traumatismos; Atención de Enfermería; Apoyo Social; Personas.


Referências





DOI: https://doi.org/10.18554/refacs.v3i2.1086

Apontamentos

  • Não há apontamentos.