Incapacidade em trabalhadores com lesões musculoesqueléticas de membros superiores atendidos num centro de reabilitação

Viviane Gontijo Augusto, Fernanda Maria Franschetto Rocha do Amaral, Ana Cristina Franco da Rocha Fernandes, Patrícia Aparecida Tavares, Kamila Coimbra de Freitas Castro, Marina Massière Pinto Lopes

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar a incapacidade de trabalhadores com lesões musculoesqueléticas de membros superiores, atendidos em um Centro Regional de Reabilitação. Trata-se de um estudo transversal observacional, realizado no período de agosto a novembro de 2014, do qual participaram 50 usuários. Utilizou-se a Escala de Avaliação de Incapacidades da Organização Mundial de Saúde, WHODAS 2.0, versão curta, para avaliação do nível de incapacidade funcional. A média de idade foi de 50,2 anos (dp=14,1) e a maioria apresentou lesão de origem traumática (62%). A média do escore de incapacidade foi 25,2 (dp=7,4) e a alta incapacidade associou-se com mulheres (p=0,038) e lesões não traumáticas (p=0,02) no teste Qui-quadrado. Verificou-se baixa escolaridade e renda, com predomínio de mães de família afastadas do trabalho e que necessitavam de atendimento para redução de dor e incapacidade.  


Palavras-chave


´Pessoas com deficiência; Reabilitação; Extremidade superior

Referências


Luz MT, Sampaio RF. Funcionalidade e incapacidade humana: explorando o escopo da classificação internacional da Organização Mundial da Saúde. Cad Saúde Pública [Internet]. 2009 [citado em: 17 fev 2016]; 25(3):475-83. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2009000300002

Araújo ES, Buchalla CM. Utilização da CIF em fisioterapia do trabalho: uma contribuição para coleta de dados sobre funcionalidade. Acta Fisiátrica [Internet]. 2013 [citado em: 23 fev 2016]; 20(1):1-7. Disponível em: http://www.actafisiatrica.org.br/detalhe_artigo.asp?id=487. doi: 10.5935/0104-7795.20130001

Sampaio RF, Mancini MC. Tecendo uma rede de usuários da CIF. Rev Bras Fisioter. 2007; 11(4):245-331.

Nubila HBV, Buchalla CM. O papel das classificações da OMS-CID e CIF nas definições de deficiência e incapacidade. Rev Bras Epidemiol. [Internet]. 2008 [citado em: 13 jul 2016]; 11(2):324-35. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1415-790X2008000200014&script=sci_abstract&tlng=pt. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2008000200014

Toldrá RC, Daldon MTB, Santos MC, Lancman S. Facilitadores e barreiras para o retorno ao trabalho: a experiência de trabalhadores atendidos em um Centro de Referência em Saúde do Trabalhador–SP. Rev Bras Saúde Ocup. [Internet]. 2010 [citado em: 20 jul 2016]; 35(121):10-22. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0303-76572010000100003&script=sci_abstract&tlng=pt. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0303-76572010000100003

Souza NSS, Santana VS. Posição socioeconômica e duração do benefício por incapacidade devido a doenças musculoesqueléticas relacionadas ao trabalho. Cad Saúde Pública. [Internet]. 2012 [citado em: 08 jul 2016]; 28(2):324-34. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0102-311X2012000200011&lng=pt&nrm=iso&tlng=en. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2012000200011.

Pereira ALP. Prevalência de distúrbios musculoesqueléticos em membros superiores e fatores associados em trabalhadores de limpeza urbana de Salvador, Bahia. [Dissertação]. Salvador: Universidade Federal da Bahia; 2011.

Dantas DRS, Silva M, Couto GS, Costa GS, Santos MFL, Santos Júnior FFU, et al. Caracterização clínica dos pacientes com distúrbios musculoesqueléticos atendidos em um serviço público de reabilitação fisioterapêutica no município de São Francisco do Conde–Bahia. Rev Ciênc Méd Biol. [Internet]. 2015 [citado em: 12 fev 2016]; 13(2):156-62. doi: http://dx.doi.org/10.9771/cmbio.v13i2.11280

Pedroso RA, Celich KLS. Dor: quinto sinal vital, um desafio para o cuidar em enfermagem. Texto & Contexto Enferm. [Internet]. 2006 [citado em: 10 mar 2016]; 15(2):270-6. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072006000200011

Silveira C, Parpinelli MA, Pacagnella RC, Camargo RSD, Costa ML, Zanardi DM, et al. Cross-cultural adaptation of the World Health Organization Disability Assessment Schedule (WHODAS 2.0) into Portuguese abstract. Rev Assoc Méd Bras. [Internet]. 2013 [citado em: 06 mar 2016]; 59(3):234-40. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ramb/v59n3/en_v59n3a08.pdf. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.ramb.2012.11.005

Ruviaro LF, Filippin LI. Prevalência de dor crônica em uma Unidade Básica de Saúde de cidade de médio porte. Rev Dor [Internet]. 2012 [citado em: 05 mar 2016]; 13(2):128-31. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1806-00132012000200006

Oliveira RM, Leite ACDS, Silva LMSD, Almeida PCD, Oliveira SKPD, Chaves ACP. Comparative analysis of functional capacity among women with fibromyalgia and low back pain. Rev Dor [Internet]. 2013 [citado em: 05 mar 2016]; 14(1):39-43. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1806-00132013000100010

Alcântara MA, Nunes GS, Ferreira BCS. Work-related musculoskeletal disorders: the profile of workers receiving welfare benefit in Diamantina (MG, Brazil). Ciênc Saúde Colet. [Internet]. 2011 [citado em: 08 jul 2016]; 16(8):3427-36. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232011000900010

Leinonen T, Pietiläinen O, Laaksonen M, Rahkonen O, Lahelma E, Martikainen P. Occupational social class and disability retirement among municipal employees-the contribution of health behaviors and working conditions. Scand J Work Environ health [Internet]. 2011 [citado em: 05 out 2016]; 37(6):464-72. http://www.sjweh.fi/show_abstract.php?abstract_id=3182

Saldanha, JHS, Pereira, APM, Neves, RDF, Lima, MAGD. Facilitadores e barreiras de retorno ao trabalho de trabalhadores acometidos por LER/DORT. Rev Bras Saúde Ocup. [Internet]. 2013 [citado em: 08 jul 2016]; 38(127):122-38. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0303-76572013000100014

Dutra FCMS, Costa LC, Sampaio RF. A influência do afastamento do trabalho na percepção de saúde e qualidade de vida de indivíduos adultos. Fisioter Pesqui. [Internet]. 2016 [citado em: 08 jul 2016]; 23(1):98-104. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1809-2950/14900923012016

Silva FCM, Sampaio RF, Mancini MC, Luz MT, Alcântara MA. A qualitative study of workers with chronic pain in Brazil and its social consequences. Occup Ther Int. [Internet]. 2011 [citado em: 05 mar 2016]; 18(2):85-95. doi: https://doi.org/10.1002/oti.302

Vargas-Prada S, Coggon D. Psychological and psychosocial determinants of musculoskeletal pain and associated disability. Best Pract Res Clin Rheumatol. [Internet]. 2015 [citado em: 08 jul 2016]; 29(3):374-90. doi: https://doi.org/10.1016/j.berh.2015.03.003

Pessoa JCS, Cardia MCG, Santos MLC. Análise das limitações, estratégias e perspectivas dos trabalhadores com LER/DORT, participantes do grupo PROFIT-LER: um estudo de caso. Ciênc Saúde Colet. [Internet]. 2010 [citado em: 08 jul 2016]; 15(3):821-30. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232010000300025




DOI: https://doi.org/10.18554/refacs.v6i0.3126

Apontamentos

  • Não há apontamentos.