A deficiência visual e o processo de construção da cidadania: um estudo no Instituto de Cegos do Brasil Central de Uberaba

Claudia Helena Julião, Marlene Aparecida Manzan Paiva, Suraya Gomes Novais Shimano, Verena Conti, Zilda Cristina dos Santos

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo conhecer a realidade cotidiana dos deficientes visuais atendidos no Instituto de Cegos do Brasil Central de Uberaba-ICBC, analisando qual é o impacto que as atividades socioassistenciais, de habilitação e reabilitação desenvolvidas na referida instituição causam no processo de construção da cidadania dessas pessoas. Para tanto, utilizou-se a pesquisa documental e de campo, com a realização de entrevistas com cinco deficientes visuais que vivem na instituição em regime de internato e 10 que são atendidos em regime de externato. Os resultados demonstraram que as ações desenvolvidas possibilitam a inserção do deficiente visual na sociedade, melhoria da qualidade de vida, favorecendo o processo de construção da cidadania e conquista da autonomia.
Descritores: Autonomia pessoal; Pessoas com deficiência visual; Serviço Social.

Texto completo:

PDF

Referências





DOI: https://doi.org/10.18554/refacs.v1i1.606

Apontamentos

  • Não há apontamentos.