Caderneta do diabético e do hipertenso: adaptação da caderneta de saúde da pessoa idosa para a assistência de enfermagem na atenção secundária

Autores

  • Francine Santos Giovanini Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP http://orcid.org/0000-0002-5636-0158
  • Bárbara Longhi de Oliveira Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP
  • Rita de Cássia Helú Mendonça Ribeiro Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP http://orcid.org/0000-0002-1016-0484
  • Vânia Del’Arco Paschoal Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP
  • Daniele Alcalá Pompeo Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP
  • Alexandre Lins Werneck Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP http://orcid.org/0000-0002-2911-8091

DOI:

https://doi.org/10.18554/refacs.v10i1.5541

Palavras-chave:

Cuidados de enfermagem, Atenção secundária à saúde, Hipertensão, Diabetes mellitus

Resumo

Estudo transversal com delineamento descritivo, abordagem quantitativa do tipo analítica, realizado no ano de 2021, em ambulatório de especialidades da cidade de São José do Rio Preto, São Paulo, com objetivo de apresentar uma versão adaptada da carteira de saúde da pessoa idosa a usuários com diabetes mellitus e hipertensão arterial em atenção secundária. Foram aplicados dois instrumentos: um para avaliar o tratamento antes da experiência e outra após a experiência com a caderneta (instrumento de coleta 1) e a Caderneta do Diabético e Hipertenso (instrumento de coleta 2 adaptada da caderneta de saúde da pessoa idosa). Participaram 50 pacientes, dos quais 60% eram mulheres entre 51 a >60 anos, 72% com diabetes mellitus tipo II e 56% com hipertensão arterial. Relataram que a caderneta colaborou com tratamento (94%), horário de medicação, alimentação, participação no tratamento; e leram toda a caderneta (78%). Em termos de associação antes e depois, as questões com maior significância foram: tomar as medicações no horário estabelecido, encaixar os horários dos remédios nas atividades do dia a dia e cumprir o tratamento sem supervisão de sua família ou amigos. A caderneta adaptada mostrou-se importante instrumento, sobretudo de educação em saúde na atenção secundária, com vista na ampliação de conhecimento, bem como facilitar a assistência de enfermagem.

Biografia do Autor

Francine Santos Giovanini, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP

Graduanda em Enfermagem da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP

Bárbara Longhi de Oliveira, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP

Graduanda em Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP

Rita de Cássia Helú Mendonça Ribeiro, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP

Enfermeira Especialista em Administração de Serviços de Sáude, Nefrologia e Gerontologia, Professora Dra Docente do Departamento de Enfermagem Geral e da Pós Graduação Stricto Sensu de Enfermagem

Vânia Del’Arco Paschoal, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP

DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM EM SAÚDE COLETIVA

Daniele Alcalá Pompeo, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP

Doutora, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP), Departamento
de Enfermagem Especializada

Alexandre Lins Werneck, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP

Bacharel em Letras com Habilitação em Tradução e Interpretação da Língua Inglesa. Doutorado em Ciências da Saúde. Professor Universitario - Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem - Nivel Mestrado

Referências

World Health Organization. Noncommunicable Diseases Progress Monitor 2020. Genebra: World Health Organization; 2020. Disponível em: https://www.who.int/publications/i/item/ncd-progress-monitor-2020

World Health Organization. Health statístics and information systems. Disease burden and mortality estimates. Cause specific mortality, 2000-2016. [Internet]. Geneva, World Health Organization; 2021 [citado em 21 jun 2020]. Disponível em: https://www.who.int/healthinfo/global_burden_disease/estimates/en/

GBD 2017 Causes of Death Collaborators. Global, regional, and national age-sexspecific mortality for 282 causes of death in 195 countries and territories, 1980- 2017: a systematic analysis for the Global Burden of Disease Study 2017. Lancet. [Internet]. 2018 [citado em 21 jun 2020];392(10159):1736-88. DOI: https://doi.org/10.1016/S0140-6736(18)32203-7

Ministério da Saúde. Covid-19. [Internet]. [citado em 15 jun 2020]. Disponível em: https://www.saude.gov.br/noticias/43036-sobre-a-vigilancia-de-dcnt.

Ozcariz SG, Bernardo CO, Cembranel F, Peres MA, González-Chica DA. Dietary practices among individuals with diabetes and hypertension are similar to those of healthy people: a population-based study. BMC Public Health [Internet]. 2015 [citado em 17 jun 2020];15(479):1-10. DOI: 10.1186/s12889-015-1801-7

Malta DC, Bernal RTI, Lima MG, Araújo SSC, Silva MMA, Freitas MIF, et al. Doenças crônicas não transmissíveis e a utilização de serviços de saúde: análise da Pesquisa Nacional de Saúde no Brasil. Rev Saude Publica [Internet]. 2017. [citado em 20 jun 2020];51(Supl 1):1s-10s. DOI: https://doi.org/10.1590/s1518-8787.2017051000090

Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Promoção da Saúde: PNPS: Anexo I da Portaria de Consolidação nº 2, de 28 de setembro de 2017, que consolida as normas sobre as políticas nacionais de saúde do SUS. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2018.

Ministério da Saúde. Gabinete do Ministro. Portaria n. 2.761, de 19 de novembro de 2013. Institui a Política Nacional de Educação Popular em Saúde no Âmbito do Sistema Único de Saúde (PNEPS-SUS). [Internet]. [citado em 20 jun 2020]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2013/prt2761_19_11_2013.html

Azevedo PR, Sousa MM, Sousa NF, Oliveira SHS. Ações de educação em saúde no contexto das doenças crônicas: revisão integrativa. Rev Pesq Cuid Fundam Online. [Internet]. 2018. [citado em 21 jun 2020];10(1):260-7. DOI: http://dx.doi.org/ 10.9789/2175-5361.2018.v10i1.260-267

Mallmann DG, Galindo Neto NM, Sousa JC, Vasconcelos EMR. Educação em saúde como principal alternativa para promover a saúde do idoso. Ciênc Saúde Coletiva. [Internet]. 2015 [citado em 25 jun 2020];20(6):1763-72. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232015206.02382014.

Silva CG, Sena LB, Rolim ILTP, Sousa SMA, Sardinha AHL. Cuidados de enfermagem a pacientes com condições crônicas de saúde: uma revisão integrativa. Rev Pesq Cuid Fundam Online. [Internet]. 2017 [citado em 31 mar 2021];9(2):599-605. DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2017.v9i2.599-605.

Conselho Nacional de Secretários de Saúde. CONASS Debate. Inovação na Atenção Ambulatorial Especializada. Brasília (DF): CONASS; 2016. Disponível: http://www.seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/4474

Kluge HHP, Wickramasinghe K, Rippin HL, Mendes R, Peters DH, Kontsevaya A, et al. Prevention and control of non-communicable diseases in the COVID-19 response. Lancet. [Internet]. 2020 [citado 31 mar 2021];395(10238):1678-80. DOI: https://doi.org/10.1016/S0140-6736(20)31067-9

Richardson S, Hirsch JS, Narasimhan M, Crawford JM, McGinn T, Davidson KW, et al. Presenting characteristics, comorbidities, and outcomes among 5700 patients hospitalized with COVID-19 in the New York City Area. JAMA. [Internet]. 2020 [citado 31 mar 2021];323(20):2052-9. DOI: https://dx.doi.org/10.1001%2Fjama.2020.6775

World Health Organization. The impact of the COVID-19 pandemic on noncommunicable disease resources and services: results of a rapid assessment. Genebra: World Health Organization; 2020.

Ministério da Saúde. Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa. [Internet]. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2017. [citado em 05 abr 2021]. Disponível em: https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2017/setembro/27/CADERNETA-PESSOA-IDOSA-2017-Capa-miolo.pdf

Francisco PMSB, Segri NJ, Borim FSA, Malta DC. Prevalência simultânea de hipertensão e diabetes em idosos brasileiros: desigualdades individuais e contextuais. Ciênc Saúde Coletiva. [Internet]. 2018 [citado em 05 mar 2021];23(11): 3829-40. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-812320182311.29662016

Sarno F, Bittencourt CAG, Oliveira SA. Perfil de pacientes com hipertensão arterial e/ou diabetes mellitus de unidades de Atenção Primária à Saúde. Einstein (São Paulo). [Internet]. 2020 [citado 20 mar 2021]; 18:eAO4483. DOI: https://doi.org/10.31744/einstein_journal/2020ao4483

Kalache A, Veras RP, Ramos LR. O envelhecimento da população mundial: um desafio novo. Rev Saúde Pública [Internet]. 1987 [citado em 20 mar. 2021];21(3):200-10. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-89101987000300005

Mion Júnior D, Pierin AMG, Bambirra AP, Assunção JA, Monteiro JM, Chinen RY et al. Hypertension in employees of a University General Hospital. Rev Hosp Clin. [Internet]. 2004 [citado 20 mar 2021];59(6):329-36. DOI: https://doi.org/10.1590/S0041-87812004000600004

Agardh E, Allebeck P, Hallqvist J, Moradi T, Sidorchuk A. Type 2 diabetes incidence and socioeconomic position: a systematic review and metaanalysis. Int J Epidemiol [Internet]. 2011 [citado em 27 mar 2021];40(3):804-18. DOI: https://doi. org/10.1093/ije/dyr029

Edelmuth SVCL, Sorio GN, Sprovieri FAA, Gali JC, Peron SF. Comorbidades, intercorrências clínicas e fatores associados à mortalidade em pacientes idosos internados por fratura de quadril. Rev Bras Ortop. [Internet]. 2018 [citado em 06 mar 2021];53(5):543-51. DOI: https://doi.org/10.1016/j.rboe.2018.07.014

Clavero VFG. Orientações aos pacientes no uso correto dos medicamentos prescritos: um dever dos profissionais de saúde. [trabalho de conclusão de curso]. Sete Lagoas, MG: Universidade de Minas Gerais; 2016. 34p.

World Health Organization. Preventing chronic diseases, a vital investment. Geneva: World Health Organization; 2005.

Vargas P, Holanda DM, Alburquerque A. Tomada de decisão apoiada em paciente idoso com vulnerabilidade acrescida. Rev Temas Saúde. [Internet]. 2020 [citado em 10 mar 2021];20(2):251-66. Disponível em: https://temasemsaude.com/wp-content/uploads/2020/04/20214.pdf

Torres GMC, Figueiredo IDT, Cândido JAB, Morais APP, Almeida MI. O emprego das tecnologias leves no cuidado ao hipertenso na Estratégia Saúde da Família. Esc Anna Nery. [Internet]. 2018 [citado em 10 mar 2021];22(3):e20170169. DOI: 10.1590/2177-9465-EAN-2017-0169

Figueiredo SV, Moreira TMM, Mota CS, Oliveira RS, Gomes ILV. Elaboração e validação de caderneta de orientação em saúde para familiares de crianças com doença falciforme. Esc Anna Nery. [Internet]. 2019 [citado em 20 mar 2021];23(1):e20180231. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ean/v23n1/pt_1414-8145-ean-23-01-e20180231.pdf

Malta DC, Szwarcwald CL, Barros MBA, Gomes CS, Machado ÍE, Souza Júnior PRB, et al. A pandemia da COVID-19 e as mudanças no estilo de vida dos brasileiros adultos: um estudo transversal, 2020. Epidemiol Serv Saúde [Internet]. 2020 [citado em 30 mar 2021]; 29(4):e2020407. DOI: https://doi.org/10.1590/s1679-49742020000400026

Salci MA, Meirelles BHS, Silva DMGV. Educação em saúde para prevenção das complicações crônicas do diabetes mellitus na atenção primária. Esc Anna Nery. [Internet]. 2018 [citado em 05 abr 2021];22(1):e20170262. DOI: https://doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2017-0262

Martins I. Educação em Ciências e Educação em Saúde: breves apontamentos sobre histórias, práticas e possibilidades de articulação. Ciênc Educ (Bauru). [Internet]. 2019 [citado em 05 abr 2021];25(2):269-75. DOI: https://doi.org/10.1590/1516-731320190020001

Publicado

2021-12-19

Edição

Seção

Artigos originais