CLASSIFICAÇÃO DE PACIENTES DE ACORDO COM O GRAU DE DEPENDÊNCIA: UM DESAFIO PARA O ENFERMEIRO

Juliana da Silva Garcia Nascimento, Andrielly Silva Rufino, Bruna Maria Malagoli Rocha, João Pedro Resende Castro, Mariana Braz Silva

Resumo


A enfermagem necessita classificar o grau de dependência dos pacientes e prever o quantitativo e o qualitativo de enfermagem. O Sistema de Classificação de Pacientes (SCP) é capaz de qualificar o atendimento, classificando a necessidade do cuidado e exigindo a presença do enfermeiro na beira do leito. Objetivamos identificar e classificar os pacientes de acordo com o grau de dependência em relação à equipe de enfermagem e descrever um plano de cuidado. Tratou-se de uma pesquisa descritiva, retrospectiva com abordagem quantitativa, desenvolvida no setor de Clínica Médica de um Hospital Geral Universitário no interior de Minas Gerais. Realizado de Agosto à Dezembro de 2013. Foram avaliados 145 pacientes, representando 698 classificações, culminando no grau de dependência semi-intensivo e em seu plano de cuidado, com 4 fases; levantamento de problemas, diagnósticos de enfermagem, prescrição e evolução. Este instrumento de gestão do cuidado possibilitará a concretização da qualidade da atenção a saúde.

Descritores: Cuidados de enfermagem. Classificação. Pacientes internados.


Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

Gouveia MTO, Mendes MCS, Luz YPO, Silva GRF. Classificação de pacientes pediátricos em um Hospital de Ensino de Teresina. Rev. Rene. 2010; 1 (especial): 160-168.

Santos F, Rogenski NMB, Baptista CMC, Fugulin FMT. Sistema de classificacao de pacientes: proposta de complementação do instrumento de Fugulin et al. Rev. Latino Am. Enferm. 2007; 15 (5): 980-5.

Oliveira R, Laus AM. Caracterização de pacientes de unidade de internação psiquiátrica, segundo grau de dependência do cuidado de enfermagem. Rev. Escola Enfermagem USP (São Paulo). 2011; 45(5): 1164-70.

Perroca MG. Instrumento para classificação de pacientes: opinião de usuários e análise de indicadores de cuidado. Rev. Escola Enfermagem USP. 2008; 42(4): 656-664.

Fugulin FMT, Gaidzinski RR, Kurcgant P. Sistema de classificação de pacientes: identificação do perfil assistencial dos pacientes das unidades de internação do HU-USP. Rev. Latino Am. Enferm. 2005; 13(1): 72-78.

Gvozd R, Oliveira W, Jenal S et al. Grau de dependência de cuidado: pacientes internados em hospital de alta complexidade. Escola Anna Nery. 2012; 16 (4): 775-789.

Perroca MG. Desenvolvimento e validação de conteúdo da nova versão de um instrumento para classificação de pacientes. Rev. Latino-Americana Enfermagem. 2011; 19(1): 58-66.

Fugulin FMT, Santos F, Rogenski NMB, Baptista CMC. Sistema de classificacao de pacientes: proposta de complementação do instrumento de Fugulin et al. Rev. Latino Am. Enferm. 2007; 15 (5): 980-5.

Marconi MA, Lakatos EM. Fundamentos de metodologia científica. 6 ed. São Paulo: Atlas; 2005.

Guiradello EB, Brito AP. Nível de complexidade assistencial dos pacientes em uma unidade de internação. Rev. Bras. Enferm. 2012; 65(1): 93-6.

Carmona LMP, Évora YDM. Grau de dependência do paciente em relação à enfermagem: análise de prontuários. Rev. Latino Am. Enferm. 2003;11 (4): 469-473.

Fugulin FMT, Silva SH, Shimizu HE, Campos FPF. Implantação do sistema de classificação de pacientes na unidade de Clínica Médica do Hospital Universitário de São Paulo. Rev. Médica HU-USP.1994; 4 (1-2): 63-68.

Rocha LA, Maia TF, Silva LF. Diagnóstico de enfermagem em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca. Rev. Bras. Enferm. 2006; 56(3): 321-6.

NANDA INTERNATIONAL. Diagnósticos de enfermagem da NANDA: Definições e Classificações. Porto Alegre: Artmed; 2009.

Sperandio DJ, Évora YDM. Planejamento da assistência de enfermagem: proposta de um software-protótipo. Rev. Latino-am. Enferm. 2005; 13(6): 937-43.




DOI: https://doi.org/10.18554/

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/