PERFIL DE SAÚDE DE IDOSOS RESIDENTES EM UM MUNICÍPIO DO INTERIOR MINEIRO

Álvaro da Silva Santos, Rodrigo Eurípedes da Silveira, Mariana Campos de Sousa, Taciana Monteiro, Carla Maria Silvano

Resumo


Este estudo tem como objetivo analisar o perfil de saúde e qualidade de vida da população idosa residente no município de São Francisco de Sales-MG. Trata-se de estudo quantitativo, descritivo e de corte transversal, realizado com 247 idosos usuários da Estratégia Saúde da Família em 2011. Dentre os principais resultados destacam-se: 52,6% da população eram mulheres; a idade média encontrada foi de 71,4 anos; com relação à escolaridade, 38,7% dos idosos referiram não ter frequentado a escola, 33,2% concluíram o ensino fundamental; 43,3% eram de cor branca e 42,9% eram de cor parda; 59,9% viviam com companheiro; 94,8% possuíam renda familiar de 1 a 3 salários mínimos; hipertensão arterial, doença reumática, cardiopatia, diabetes mellitus e hipercolesterolemia são os principais agravos à saúde; o domínio meio ambiente em termos de qualidade de vida foi o que teve o menor escore. A pesquisa aponta a necessidade de ações de educação em saúde e prevenção de agravos.

Descritores: Perfil de saúde; Idoso; Qualidade de vida.  

 


Texto completo:

PDF

Referências


. Lebrão ML. O envelhecimento no Brasil: Aspectos da transição demográfica e epidemiológica. Saúde Coletiva 2007; 4(17):135-40.

Jacinto LTA, Santos AS, Dias FA, Silveira RE, Silvano CM. Fatores de risco para doença arterial coronariana em idosos: Perspectivas para a atuação da Enfermagem. Nursing (São Paulo), 2012; 169: 326-30.

Silveira RE, Santos AS, Souza MC, Fonseca AS, Lippi UG. Atividade sexual e risco para DST’s entre idosos de três municípios mineiros. Nursing (São Paulo); No prelo, 2012.

Brasil. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 2010. Disponível em: www.censo2010.ibge.gov.br. Acesso em 10/10/2012.

Pereira RJ, Cotta RMM, Franceschini SCC, et al. Analysis of the social and health profile of the elderly: the relevance of the Family Health Program. Rev Med Minas Gerais 2010; 20(1): 5-15.

Lourenço RA, Veras RP. Mini-Exame do Estado Mental: características psicométricas em idosos ambulatoriais. Rev Saúde Pública 2006;40(4):712-9.

Organização Mundial de Saúde- OMS. WHOQOL, abreviado, versão em português. Disponível em www.ufrgs.br/psiq/whoqol. Acesso em 10/10/2012.

Guigoz Y, Vellas B. A Mini avaliação nutricional (MAN) na classificação do estado nutricional do paciente idoso: apresentação, história e validação da MAN. In: Mini Avaliação Nutricional (MAN): pesquisa e prática no idoso. Nestlé Nutr Workshop. Rev Clin Perform Programme. 1998; 1:01-02.

Matos-Nascimento C, Ribeiro AQ, Cotta RMM, et al. Nutritional status and associated factors among the elderly in Viçosa, Minas Gerais State, Brazil. Cad. Saúde Pública 2011; 27(12):2409-18.

Pilger C, Menon MH, Mathias TAF. Características sociodemográficas e de saúde de idosos: contribuições para os serviços de saúde. Rev. Latino-Am. Enferm.[online] 2011;19(5):[09 telas]. Disponível em: www.eerp.usp.br/rlae. Acesso em 10/10/2012.

Inouye K, Pedrazzani E. Nível de instrução, status socioeconômico e avaliação de algumas dimensões da qualidade de vida de octogenários. Rev. Latino-Am. Enferm. 2007; 15(n.spe):742-7.

Ain, YH, Kim, MJ. Health care needs of olderly in the rural community in Korea. Public Health Nurs. 2004;21(2):153-16.

Cavalcanti CL, Gonçalves MCR, Asciuti LSR, Cavalcanti AL. The prevalence of chronic disease in a group of elderly Brazilian people and their nutritional status. Rev Salud Pública. 2009;11(6):865-77.

Tavares DMS, Guidetti GECB, Saúde MIBM. Características sócio-demográficas, condições de saúde e utilização de serviços de saúde por idosos. Rev Eletrônica Enferm. 2008;10(2):299-309. Disponível em: www.fen.ufg.br/revista/10/n2/v10 n2a02.htm. Acesso em 10/10/2012.

Giacomin KC, Peixoto SV, Uchoa E, Lima-costa MF. Estudo de base populacional dos fatores associados à incapacidade funcional entre idosos na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Cad Saúde Pública. 2008;24(6):1260-70.

Braga MCP, Casella MA, Campos MLN, Paiva SP. Qualidade de vida medida pelo Whoqol-bref: Estudo com idosos residentes em Juiz de Fora/MG. Rev. APS; 2011; 14(1); 93-100.

Freitas VFFS. Qualidade de vida do idoso no município de Herval. Rev. Enferm. Saúde 2011;1(1):156-163.

Coqueiro RS, Barbosa AR, Borgatto AF. Anthropometric measurements in the elderly of Havana, Cuba: Age and sex differences. Nutrition 2009; 25:33-9.

Han SS, Kim KW, Kim K, Na KY, Chae DW, Kim S, et al. Lean mass index: a better predictor of mortality than body mass index in elderly Asians. J Am Geriatr Soc 2009; 8:312-7.

Silveira EA, Kac G, Barbosa LS. Prevalência e fatores associados à obesidade em idosos residentes em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil: classificação da obesidade segundo dois pontos de corte do índice de massa corporal. Cad Saúde Pública 2009; 25:1569-77.




DOI: https://doi.org/10.18554/

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/