PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE PESSOAS COM DIABETES MELLITUS ATENDIDAS NAS ESTRATÉGIAS SAÚDE DA FAMÍLIA

Evandro Dal Soto Busnelo, Claudete Moreschi, Silvana de Oliveira Silva, Sandra Ost Rodrigues, Daina Foggiato de Siqueira, Andiara Luiz Ramos Soares

Resumo


Objetivo: identificar o perfil epidemiológico das pessoas com diabetes atendidas nas Estratégias Saúde da Família de um município do Rio Grande do Sul. Métodos: estudo quantitativo, transversal. Dados coletados por meio questionários aplicados com 222 pessoas com diabetes mellitus, no período de setembro a outubro de 2018, seguido de análise estatística descritiva. Resultados: perfil predominante do sexo feminino (72,0%), idade média de 65 anos, ensino fundamental incompleto (72,5%), raça branca (90,1%), casados (57,2%), aposentados/pensionistas (66,7%), renda mensal familiar de até um salário. A média de tempo da doença foi de 10,1 anos. A maioria é hipertenso (79,7%), não participa de grupos de educação em diabetes (87,4%) e realiza o tratamento com dieta e antidiabéticos orais (73,9%). Conclusão: constata-se a importância de promover ações preventivas e de acompanhamento continuo para evitar agravos provenientes do diabetes com vistas à melhorar a qualidade de vida desta população.


Texto completo:

PDF PDF ENGLISH

Referências


Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Ética na Pesquisa na área de Ciências Humanas e Sociais. Resolução N° 510, de 07 de abril de 2016. Brasília: CNS, 2013.

Brasil. Sociedade Brasileira de Diabetes. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes 2014-2015. In: OLIVEIRA, J.E.P., VENCIO, S. (Org.). São Paulo: AC Farmacêutica, 2015.

Oliveira DM, Scholeller SD, Hammerschmidt KA, Silva DMGV, Arruda C. Desafios no cuidado às complicações agudas do diabetes mellitus em serviço de emergência adulto. Rev. Eletr. Enf. [Internet]. 2016 [citado em: 10/06/2018];18:e1163. Doi: http://dx.doi.org/10.5216/ree.v18.35523

Barbiani R, Dalla Nora CR, Schaefer R. Nursing practices in the primary health care context: a scoping review. Rev. Latino-Am. Enfermagem. [Internet]. 2016 [citado em: 10/06/2018];24:e2721. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/1518-8345.0880.2721

Jéssica Mazutti Penso JM, Périco E. Mortalidade por diabetes mellitus em uma macrorregião de saúde de Minas Gerais. Rev Enferm Atenção Saúde [Internet]. 2016 [citado em: 10/12/2018];5(2):34-44. Disponível em: http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/enfer/article/view/1536/pdf

Moreschi C, Rempel C, Backes DS, Pombo CNF, Siqueira DF, Pissaia LF. Ações das equipes da esf para a qualidade de vida das pessoas com diabetes. Cienc Cuid Saude. [Internet]. 2018 [citado em: 15/12/2018];17(2):1-8. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/CiencCuidSaude/article/view/41000/751375138151

Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Ética na Pesquisa na área de Ciências Humanas e Sociais. Resolução N° 510, de 07 de abril de 2016. Brasília: CNS, 2016.

Lima Neto JCG, Oliveira JFSF, Souza MA, Araújo MFM, Damasceno MMC, Freitas RWJF. Prevalencia del síndrome metabólico y sus componentes en personas con diabetes mellitus tipo 2. Texto Contexto Enferm. [Internet]. 2018 [citado em: 15/12/2018]; 27(3):e3900016. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/0104-070720180003900016

Gois CO, Lima SVMA; Santos ACFS, Melo HN. Perfil dos portadores de diabetes mellitus atendidos em farmácias particulares de Sergipe, Brasil. Scientia Plena [Internet] 2017 [citado em: 15/12/2018]; 13 (1):1-7. Disponível em: https://www.scientiaplena.org.br/sp/article/viewFile/3764/1869

Moreschi, C; Rempel C; Carreno I; Silva DS; Pombo C.NF. Cano, M.R.L. Prevalência e perfil das pessoas com diabetes cadastradas no sistema de informação da atenção básica (SIAB). Rev Bras Promoç Saúde [Internet] 2015 [citado em: 16/12/2018]; 28(2): 184-90.Disponível em: https://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/3598

Miranzi SSC, Ferreira FS, Iwamoto HH, Pereira GA, Miranzi MAS. Qualidade de vida de indivíduos com diabetes mellitus e hipertensão acompanhados por uma equipe de saúde da família. Texto Contexto Enferm, [Internet] 2008 [citado em: 11/12/2018]; 17(4): 672-9. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v17n4/07

Santos I, Guerra RG, Silva LA. Características individuais e clínicas de pessoas idosas com diabetes: investigação temáticaemoficina sociopoética. Rev. enferm. UERJ [ Internet] 2013 [citado em: 10/12/2018];21(1):34-40. Disponível em: http://www.facenf.uerj.br/v21n1/v21n1a06.pdf

Amorim TC, Burgos MGPA, Cabral PC. Perfil clínico e antropométrico de pacientes idosos com diabetes mellitus tipo 2. Sci Med. [Internet] 2017 [citado em: 10/12/2018]; 27(3):1-15. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/318669348_Perfil_clinico_e_antropometrico_de_pacientes_idosos_com_diabetes_mellitus_tipo_2_atendidos_em_ambulatorio

Filho ACAA; Almeida PD; Araújo AKL; et al. Sales IMM; Araújo TME, Rocha SS. Perfil epidemiológico do Diabetes Mellitus em um estado do nordeste brasileiro. J. res.: fundam. care. Online [Internet] 2017 [citado em: 10/10/2018]; 9(3):1-15. Disponível em:

https://www.redalyc.org/pdf/5057/505754116006.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. VILA-NOVA, R.S. Coordenação Nacional de HA e DM. Departamento de Atenção Básica. Secretaria de Atenção à Saúde. 2011.

Santos EMS, Souza VP, Correio IAG, Correio EBS. Autocuidado de Usuários Com Diabetes Mellitus: Perfil Sociodemográfico, Clínico e Terapêutico. Rev Fund Care Online. [Internet] 2018 [citado em: 10/10/2018];10(3):720-728. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/viewFile/6180/pdf_1

Ritter CB, Aires M, Rotolli A, Santos JLG. Grupo como tecnologia assistencial para o trabalho em enfermagem na saúde coletiva. Sau. & Transf. Soc. 2014;5(3):83-90.

Mendes EV. Entrevista: A abordagem das condições crônicas pelo Sistema Único de Saúde. Ciência & Saúde Coletiva [Internet].2018 [citado em: 10/01/2019]; 23(2):431-435. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v23n2/1413-8123-csc-23-02-0431.pdf

Silva SO, Machado LM, Schimith MD, Silva LMC, Silveira VN, Bastos AC. Nursing consultation for people with diabetes mellitus: experience with an active methodology. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018 [citado em: 10/12/2018];71(6):3103-8. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0611




DOI: https://doi.org/10.18554/reas.v8i2.3581

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/